Nadja Kouchi
Nadja Kouchi

'Festival As Minas Gerais': evento online debate mulheres na economia criativa

Festival gratuito terá como maioria das palestrantes mulheres negras, trans e periféricas; confira programação completa

Bárbara Correa*, O Estado de S.Paulo

20 de maio de 2021 | 20h00

Começa nesta sexta-feira, 21, o Festival Minas Gerais, que irá falar sobre mulheres na economia criativa. O evento gratuito vai até o dia 23 e será totalmente online, transmitido no canal do Youtube da Cult Cultura, idealizadora do festival. 

A diversidade é um dos principais eixos do evento, que traz bate-papos, shows, palestras, entrevistas, mini-documentários e intervenções artísticas, com tradução em libras. 

Além do tema central, autoconhecimento e conexões foram outros assuntos escolhidos. A criadora e produtora do Festival Minas Gerais, Thais Polimeni, explica que teve a ideia de promover esse espaço de debate para que paradigmas da mulher no mercado de trabalho sejam quebrados. 

“Existem muitos preconceitos para serem eliminados e direitos a serem alcançados. Ainda assim, as mulheres continuam criando, se desenvolvendo e se destacando. Por meio da apresentação das multiplicidades de potências, pretendemos estimular que todas continuem no caminho que acreditam”, disse ela ao Estadão

“Autoconhecimento e conexões são essenciais para a saúde mental, especialmente em uma época pandêmica, que foi quando surgiu a ideia do evento. Percebo como o investimento nisso e o cultivo de relações saudáveis ajudaram muitas pessoas a vivenciarem essa situação de uma forma menos sofrida (tendo consciência dos privilégios de cada uma, é claro)”, afirmou Thais. 

A produtora contou que as entrevistas foram gravadas remotamente e que a curadoria das convidadas e palestrantes foi baseada na diversidade. Além disso, a equipe é majoritariamente feminina, elas são 70% das pessoas envolvidas na produção. “Fizemos questão  que mulheres negras, trans e periféricas fossem a maioria na programação do Festival”, iniciou ela. 

“Ter contato com essa multiplicidade de vozes e vivências é essencial para que os grupos privilegiados descubram que há diferentes percepções, visões de mundo e modos de viver. Assim, a convivência passa a ser compartilhada, e não comparada. A diversidade tira a gente da competição e leva para a colaboração, contribuindo para a evolução em conjunto”, completou Polimeni.


 

Confira abaixo a programação do Festival das Minas


Sexta-feira, 21: Mulheres da Economia Criativa de Mauá (clique aqui para saber mais)

  • 18h: Bate-Papo Artes Visuais em Mauá, com Marize Tamaoki, Kel e Cecilia Camargo

  • 18h45: Live Painting Graffiti em Mauá, com Lela Dutosca Graffiti 

  • 18h55: Bate-Papo Dança e Carnaval, com Nonny Du Glamont, Izabela Vasques e May Afonso 

  • 19h40: Entrevista As Minas Gerais, com Patricia Angelotti

  • 19h55: Empreendedorismo Criativo: A união do Carnaval com o Social em Mauá, com Laudiceia Santos

  • 20h15: Documentário Patrimônio Cultural: O Lenço do Samba, do Grupo Samba Lenço de Mauá

  • 20h30: Bate-Papo Moda & Arte com Juliana Ferraz, Cais, do Brechó da Cais, e Juci Santana

  • 21h10: Entrevista As Minas Gerais, com Victória Lisbôa

  • 21h25: Show Musical Isis Volpi


Sábado, 22: O Eu das Minas. Autoconhecimento e Criatividade (clique aqui para saber mais)

  • 16h: Bate-papo Empreendedorismo na Economia Criativa, com Thais Polimeni, Mari Azzi, Taciana Mello e Fernanda Moura

  • 16h45: Dicas de autoconhecimento e bem estar para profissionais da economia criativa, com Erika Altimeyer 

  • 17h: Bate-Papo Literatura e Autoconhecimento, com Renata Moniz, Lorena Portela e Giovana Madalosso 

  • 17h45: Interpretação Poética – Para chamar as coisas, com Karina Limsi

  • 17h50: Empreendedorismo Criativo: Mulheres, Diversidade e Inclusão na Economia Criativa, com Maitê Schneider

  • 18h20: Documentário Passarinho, de Águeda Amaral

  • 18h30: Bate-Papo Podcasts de Autoconhecimento, com Natália Sousa, Helena Galante e Ana Holanda

  • 19h25: Coreografia - Dentro, com Lu Ribeiro

  • 19h30: Show musical Katú Mirim


Domingo, 23: O Nós das Minas. Conexões e Criatividade (clique aqui para saber mais)

  • 16h: Bate-Papo Amizade no trabalho, com Thais Polimeni, Naná Karabachian e Fabiane Costa

  • 16h45: Mini workshop Frientimacy: como construir amizades saudáveis, com Shasta Nelson (legendas em português)

  • 17h: Bate-Papo Mulheres na Tecnologia, com Julieine Ferraz Nascimento, Sil Bahia e Amanda Graciano

  • 17h45: Dança Basca – Arin-Arina, com Juliana Batista 

  • 17h55: Empreendedorismo criativo: Vanessa Soares e seus caminhos dançantes dentro da produção cultural, com Vanessa Soares

  • 18h30: Mini workshop Afrofunk, com Taísa Machado, do Afrofunk Rio

  • 18h45: Bate-Papo Arte Negra na Periferia, com Kelly Santos, Marlei Madalena da Boa Morte e Marlene Santana

  • 19h30: Documentário Mulheres, de Elli Cafrê

  • 19h45: Show musical Marcela Biasi


*Estagiária sob supervisão de Charlise Morais

 

Tudo o que sabemos sobre:
economia criativatrabalho

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.