Claudia Andujar/Divulgação
Claudia Andujar/Divulgação

Facebook tira do ar vídeo com fotos de ianomâmis feitas por Claudia Andujar

Vídeo foi publicado na página do Instituto Moreira Salles no Facebook para divulgar a abertura da mostra 'Claudia Andujar – A luta Yanomami'

Redação, O Estado de S. Paulo

11 de dezembro de 2018 | 18h07

Para divulgar a abertura da exposição Claudia Andujar – A luta Yanomami, no dia 15, o Instituto Moreira Salles publicou em seu perfil do Facebook um vídeo de cerca de quatro minutos com depoimentos da fotógrafa e com fotos feitas por ela na década de 1970 dos ianomâmis. O post foi post retirado do ar por supostamente violar as políticas de nudez da rede social.

Claudia Andujar é reconhecida internacionalmente por seu trabalho e trajetória de luta pela demarcação de terras indígenas e a mostra vai homenagear sua trajetória.

Em nota, o IMS disse que entrou em contato com o Facebook para requisitar uma nova avaliação do vídeo, tendo em vista casos semelhantes com conteúdo da mesma natureza, mas ainda não obteve resposta.

A exposição fica em cartaz entre os dias 15 de dezembro e 7 de abril no Instituto Moreira Salles de São Paulo (Av. Paulista, 2.424) e poderá ser visitada de terça a domingo (exceto quintas), das 10h às 20h, e às quintas (exceto feriados), das 10h às 22h.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.