Divulgação
Divulgação

Exposição no Hospital Matarazzo é prorrogada

Mostra, que terminaria neste domingo, vai funcionar em horário especial até sexta-feira

Celso Filho, O Estado de S. Paulo

13 de outubro de 2014 | 10h56

SÃO PAULO - Depois de registrar longas filas neste fim de semana, a organização da exposição Made By... Feito por Brasileiros, no antigo Hospital Umberto Primo (também conhecido como Hospital Matarazzo), decidiu prorrogá-la até sexta-feira, 17. A mostra, que foi inaugurada no dia 9 de setembro, terminaria neste domingo.

A visitação funcionará em horário especial. A exposição estará fechada nesta segunda, 13, e terça, 14. A partir de quarta-feira, 15, ela ficará aberta das 10h às 12h e, depois, das 14h às 16h. A entrada é gratuita.

Com curadoria de Marc Pottier, obras de cerca de 100 artistas nacionais e internacionais estão na mostra - entre eles, Tunga, Daniel Senise, Nino Cais e Joana Vasconcelos. A maioria dos projetos expostos é site-specific - ou seja, feitos especificamente para aquele espaço.

Entre as obras, Daniel de Paula exibe uma instalação com ambulâncias da antiga maternidade. Ainda na área externa, estão vasos de plantas lançados das janelas por Héctor Zamora. A ideia é que elas ‘rebrotem’ do aparente entulho. 

As paredes também receberam intervenções, como as de um grupo de artistas da tribo warli, da Índia, e do grafiteiro Kenny Scharf. Há ainda algumas obras históricas, como o vídeo da performance ‘Baba Antropofágica’, de Lygia Clark, de 1973.

Cidade Matarazzo. Al. Rio Claro, 190, Bela Vista. 10h/12h e 14h/16h (fecha 2ª e 3ª). Até 17/10. Grátis.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.