STRINGER / SOTHEBY'S / AFP)
STRINGER / SOTHEBY'S / AFP)

Excepcional autorretrato de Rembrandt será leiloado em Londres

Obra data do final de 1632, quando Rembrandt, com então 26 anos, estava morando em Amsterdã e desfrutando de seu primeiro sucesso comercial

AFP, O Estado de S.Paulo

08 de junho de 2020 | 10h28

Um dos três autorretratos de Rembrandt de propriedade particular será colocado à venda em julho a um preço estimado entre 12 e 16 milhões de libras (15 a 20 milhões de dólares), anunciou nesta segunda-feira, 8, a casa de leilões Sotheby's.

Apenas três dos autorretratos do mestre holandês permanecem em mãos particulares: a Sotheby's de Londres vendeu um em 2003 e outro está emprestado a longo prazo na Galeria Nacional da Escócia.

O terceiro, Autorretrato com colar e chapéu preto, é o mais antigo dos três e estará à venda na casa de leilões de Londres em 28 de julho.

Este autorretrato é um dos anos 80 que o artista pintou durante sua carreira. Data do final de 1632, quando Rembrandt, com então 26 anos, estava morando em Amsterdã e desfrutando de seu primeiro sucesso comercial.

"O rosto de Rembrandt é instantaneamente reconhecível para nós em todas as fases de sua vida adulta, muito mais do que qualquer outro pintor", diz George Gordon, diretor da Sotheby's.

"Sabemos que este quadro foi pintado em um período de tempo notavelmente curto, porque o artista pintou o fundo primeiro, mas quando assinou o fundo ainda estava úmido, ainda estava molhado, já que assinatura ficou gravada pelo pincel", explicou.

De acordo com Gordon, o traje formal, incomum entre as dezenas de autorretratos do artista, sugere que ele queria se mostrar da melhor maneira possível, enquanto cortejava aquela que se tornaria sua musa e esposa, Saskia, para convencer seus pais de que ele era um bom partido.

Realizado logo após se instalar em Amsterdã, também poderia servir como cartão de visita e mostrar a seus clientes em potencial a situação florescente do pintor.

Com seu calendário afetado pela pandemia de coronavírus, a Sotheby's decidiu realizar em uma única noite uma venda reunindo mais de 500 peças de todas as épocas, dos antigos mestres aos contemporâneos.

As obras serão exibidas na Sotheby's em Londres por três semanas.

Tudo o que sabemos sobre:
Rembrandt

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.