KENA BETANCUR| AFP
KENA BETANCUR| AFP

Escultura de Picasso de US$ 100 mi provoca batalha judicial

Marchand americano afirma ser o único proprietário da obra , que um negociante britânico afirma ter comprado

AFP

14 Janeiro 2016 | 09h58

O marchand americano Larry Gagosian recorreu à justiça para ser reconhecido como o único proprietário de uma escultura de Picasso avaliada em mais de 100 milhões de dólares, que um negociante britânico afirma ter comprado.

A obra - Buste de femme (Marie Thérèse) de 1931 - é atualmente exibida no Museu de Arte Moderna de Nova York (MoMA) por ocasião da maior exposição consagrada às esculturas de Pablo Picasso em 50 anos.

Larry Gagosian afirma ter comprado a escultura em maio de 2015 da filha do artista, Maya Widmaier-Picasso, por 105,8 milhões de dólares, segundo documento ao qual a AFP teve acesso.

O marchand diz ter pago até o momento 79,7 milhões de dólares, quase 80% do preço total.

Gagosian afirma que tem um acordo de venda com um marchand de Nova York que ficará com a escultura após a exposição no MoMA, no dia 7 de fevereiro.

Segundo Gagosian, em outubro passado ele recebeu um e-mail da empresa britânica Pelham Europe, que se apresenta como a proprietária da escultura e ameaça embargá-la em Nova York.

A empresa, fundada e dirigida por um ex-especialista da casa de leilões Christie's, Guy Bennett, afirma ter concluído, em novembro de 2014, um acordo de venda com Maya Widmaier-Picasso, através da corretora Connery, Pissaro e Seydoux, por 36,9 milhões de dólares (34 milhões de euros).

A Pelham Europe teria pago 6,5 milhões de dólares à filha de Picasso, que depois desistiu da venda.

Gagosian, citado pelo jornal The New York Times, afirma que a empresa britânica agiu em nome da família real do Qatar e pede a justiça americana que o declare o proprietário exclusivo da escultura.

 

Mais conteúdo sobre:
Pablo Picasso

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.