Tefaf
Tefaf

Escultura de Canova alcança US$ 4 milhões na Tefaf de Nova York

Obra do artista italiano, de 1793, foi vendida na feira por Carlo Orsi, da Trinity Fine Art (Itália), confirmando o interesse de colecionadores de arte antiga

Antonio Gonçalves Filho, O Estado de S. Paulo

03 de novembro de 2017 | 17h01

A segunda edição da feira de arte Tefaf/Nova York terminou anteontem (1), na histórica Park Avenue Armory, após seis dias de ótimas vendas, reunindo 95 dos mais importantes marchands de arte e antiguidades. A feira holandesa, realizada todo mês de março em Maastricht, Holanda, e agora duas vezes por ano em Nova York, recebeu convidados como a atriz Drew Barrymore e o arquiteto Peter Marino, além de representantes do Bavarian National Museum (Munique, Alemanha), do Dallas Museum of Art, J. Paul Getty Museum (Los Angeles, CA) e do Museum of Fine Arts, Boston, entre outras instituições.

Uma das vendas mais importantes feitas na Tefaf/Nova York foi feita por Carlo Orsi, da Trinity Fine Art (Itália), que vendeu uma cópia em gesso do Rezzonico Genio (1793), escultura de Anthony Canova (1757-1822) que pode ser a única obra do gênero no mercado, por um preço aproximado de US$ 4 milhões. 

Outras vendas importantes incluiu uma Cabeça Feminina em bronze do escultor americano de origem polonesa Elie Nadelman (1882-1946), modelada entre 1910 e 1911 e fundida antes de 1915, por um valor próximo dos US$ 200 mil. Charles Ede vendeu diversas obras por valores de mais de seis algarismos, incluindo uma estátua egípcia de Naophoros da 18.ª Dinastia (ca. 1400 a.C.), por um valor aproximado de US$ 350 mil a um jovem colecionador, nas primeiras horas da feira.

Entre outras obras antigas vendidas na Tefaf estavam quatro vasos gregos, adquiridos por um colecionador conhecido, dois dos quais destinados a um museu; e, também no primeiro dia, uma estatueta romana de Mercúrio, em bronze, quase seguramente de Gaul, por US$120 mil. As vendas continuaram durante o fim-de-semana, incluindo um relevo egípcio em calcário por US$125 mil a um jovem casal, e um bronze grego antigo por US$225 mil.

 Entre os mestres antigos foram vendidas obras de Ghirlandaio (pela Haboldt & Co.) e ll Padovanino (1588-1649), que foi influenciado por Titiano e outros mestres do Maneirismo. A venda foi feita por Robert Simon Fine Art (EUA; stand 19). Muitos galeristas declararam que esta foi a melhor edição da Tefaf em Nova York.

 

Tudo o que sabemos sobre:
Antonio Canova

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.