Entre-linhas

Galvão Bueno atropelou a bela voz de Eugênia Melo e Castro no início da execução do hino de Portugal, anteontem, antes do jogo entre Brasil e Portugal. Constrangedor. Para equiparar a deselegância, a Globo atropelou também o Hino Nacional: soltou a vinhetinha "Brasil-sil" assim que acabou a primeira parte da letra, sem contar com a continuação da canção, bem interpretada até o fim por Zezé Di Camargo. No intervalo, o mesmo Galvão fez mea culpa com Pelé. Disse que o País tinha de ter mais respeito pelo atleta. O encontro de Claude Troisgros com chefs espanhóis no início do mês, em São Paulo, rendeu dois programas ao GNT. Truques de Confiança, em que o chef ensina técnicas da culinária brasileira, vai ao ar nos dias 13 e 20 de dezembro, às 21h.Yula Rocha, correspondente do SBT nos Estados Unidos há três anos, será homenageada na 7.ª edição do Brazilian Awards. Os premiados são escolhidos por ações que beneficiaram o Brasil no exterior. Produzido pela Record, em parceria com a produtora Bossa Nova, Grande Sertão: Veredas, o documentário com toques de drama baseado na obra de Guimarães Rosa, será gravado, claro, no sertão de Minas Gerais. Ainda sem data de estréia, a atração faz parte do projeto em que a Record homenageia os 100 anos de Guimarães Rosa e o centenário de morte de Machado de Assis.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.