Em cena

HeyAlejandra Icaza mostra pinturas na Fortes Vilaça. Amanhã, cada Titã para um lado. Arnaldo Antunes canta Sons da Nova no Tom Jazz e Nando Reis, Drês, no Citibank Hall. Sábado tem Sandy Rivera no Mokaï - e o Tuto Ferraz troca house por forró em seu casamento com Roberta Maluf. Saúde da mulher em perigoA cocaína avançou pelo universo feminino, assim como havia ocorrido com o álcool. Não só. A busca por compensação imediata e preço mais baixo da droga está levando 90% das mulheres viciadas ao consumo de? crack! A observação é da equipe do Programa de Atenção à Mulher Dependente Química do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. Outra constatação é que a maioria das consumidoras tem entre 30 e 45 anos - e grau superior completo. Segundo dados do HC, razões para mulheres usarem psicotrópicos podem ser morte do cônjuge, separação, depressão ou pressões profissionais - um reflexo negativo da independência feminina. Genétic influencia 60%. "Sem contar que mulheres têm o dobro das complicações clínicas dos homens, principalmente enfarte", informa a dra. Silvia Brasilino, coordenadoras do Promud do HC. "Isso ocorre porque mulheres têm mais gordura corpórea proporcionalmente à água, o que gera alcoolemia maior e níveis menores das enzima que metabolizam e fazem com que absorvam 30% mais do ingerido."Levantamento feito pela Secretaria do Estado da Saúde a pedido do Estado mostra que, entre 2006 e 2008, quase dobrou (de 365 para 696) o número de mulheres internadas em hospitais por dependência de pó. É também mais alta a quantidade de mulheres registradas com O.D. em hospitais. O Promud constata que, para chegar - e permanecer no tratamento - a mulher enfrenta como barreiras: "Ajuda legal e desemprego, dependência financeira, o estigma social e oposição do parceiro ao tratamento", diz Silvia. O programa do HC registra 70% de êxito a cada 100 mulheres tratadas, seis meses após o início do tratamento. Oferece terapia e acompanhamento, free. Há cerca de 30 mulheres na fila. Um restô moderninho bolado por um australiano para popularizar culinária da China na Inglaterra. No fogão, um vietnamita, ex-pasteleiro do famoso Golden Dragon. Detalhe? O projeto é de um suíço. A fórmula inacreditavelmente deu certo em Londres.Em cinco anos, o Ping Pong virou uma rede de 12 restaurantes. Especialidade? Dim Sum, os dumplings, pasteizinhos feitos de massa de batata recheada de carnes e vegetais cozidos, servidos no café da manhã dos imperadores. Foram levados para as casas de Chá da Rota, no Cantão, pelos cozinheiros aposentados dos palácios. Tradicionalmente são servidos com chá, também com drinks com toques orientais. O australiano David Marquardt fechou negócio com Ricardo Rinkevicius em sociedade com Marco Antônio Bologna, presidente da TAM, para abrir o primeiro restô fora da Inglaterra. Abre em julho. No Itaim. Depois em Dubai e Moscou. Brasileiros e estrangeiros de toda parte do globo estão sendo demitidos de agências de publicidade nos Estados Unidos - tendo de retornar a seus países. A ordem de Barack Obama é dar emprego aos americanos.Não foi o ?o mago? Paulo Coelho que ensinou madame Christina Oiticica a não passar o carro na frente dos bois. "Aprendi a ter paciência observando mudança de estações durante caminhada em Santiago de Compostela", diz a artista. As quatro inspiraram Christina a pintar uma série de quadros, que mostra em Madri na Biondetta Art Gallery, agora no verão.Club A é o primeiro projeto de noite assinado pelo arquiteto José Antonio de Castro Bernardes. Mais conhecido pelo décor e organização de casamentos e festas incríveis, Zé foi chamado por Amaury Jr. para fazer o projeto de sua buatchy no Hotel Sheraton, Na sociedade ainda estão Duda Ferreira, Alexandre Cerqueira, o estilista e Amir Slam e as irmãs Glaz: "É uma decoração mais festa com clima de bar." O espaço, para 500 pessoas, foi orçado em US$ 6 mi.As conversas com CEOs de empresas no Giro empolgaram Sergio Waib a fazer um novo drops de notícias de negócios na Band. No Jovens Lideranças vai entrevistar novos empresários. Oitenta por cento dos peixes dos mares do Brasil estão ameaçados. Do encontro Vida Marinha, organizado em Santos para debate entre cientistas e ambientalistas, o senador Aloísio Mercadante saiu com a lição de casa: dizer a Lula que é necessário criar mais áreas de proteção marinha. Foi com dica de Lawrence Wabba: educação ambiental para evitar novas áreas como a do Recife.Com os mercados inglês e americano conquistados, Baixo Ribeiro vai levar os grafites da Choque Cultural para Paris em julho. A expo Um Verão mostra na Galerie L.J. trabalhos de Carlos Dias, Daniel Melim, Rafael Coutinho, Ramon Martins, Speto, Stephan Doitschinoff e Titi Freak.De volta de NY, onde esteve com Bill Clinton para definir estratégias para conseguir patrocínio para Clinton Global Initative, Nizan Guanaes abre sua casa amanhã para homenagear o escritor moçambicano Mia Couto pelo lançamento de Antes de Nascer o Mundo. Couto faz hoje na Livraria Cultura o lançamento mundial do livro - por isso a festa: "Adoro o termo festa. Quero que o Brasil cada vez mais estabeleça uma ponte com o lugar de onde viemos. Quero festejar a inteligência que vem da África, que fez o Brasil ser uma festa", diz o CEO do Grupo Ypy, dono da agência... ÁfricaKarl Lagerfeld fora da Chanel? Quem conhece o personagem pensa que seu ego jamais faria com que se aposentasse. Mas é isso o que corre entre insiders da moda interacional. Os Wertheimer, donos da marca, pensam em Alber Elbaz para Chanel. No lugar de Elbaz na Lanvin, como corre a fofoca, entraria Nicolas Gheschieque, atual designer Balenciaga."Vou dar um tempo e parar de inventar ?inhos?", diz o DJ e produtor Rodrigo Penna sobre as festas Bailinho, Rockinho, Arraialzinho, com que tem feito sucesso e que sai em turnê pelo País. Rodrigo é na verdade do teatro. Está escrevendo uma peça a quatro mãos com Adriana Falcão. "É uma série de textos ainda sem nome", diz.

, O Estadao de S.Paulo

25 de junho de 2009 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.