Em cena

ConteAté os melhores amigos do presidente do Senado José Sarney têm o aconselhado a tomar licença da presidência da casa. E a saia ficará ainda mais justa quando a lista de salários for divulgada na internet. Tem muito funcionário que recebe duas vezes mais que um senador. É o caos do Congresso Nacional. A abertura do Meeting Vida Marinha Desenvolvimento e Preservação dos Mares, no Terminal Marítimo Giusfredo Santini, em Santos, será uma palestra do documentarista da natureza Lawrence Wahba sobre a atual situação da vida mares brasileiros: 80% das nossas espécies de peixe estão com estoques superexplorados, caminhando para a extinção, pela falta de fiscalização.O governador de Alagoas, Teotônio Vilela, é o mais animado com a versão de Paula Lavigne para o Bem Amado. Espera que 2,5 milhões de pessoas assistam ao filme, rodado de Marechal Deodoro, nas proximidades da praia do Francês. "Será ótimo para o turismo da região", diz. Na versão de Paula as três cajazeiras não são viúvas, mas peruas fervidas. Voltando da China, Paula finaliza o filme para ser exibido em setembro. A turma do Satyros vai introduzir gastronomia na Roosevelt - e esta é a arte feita pelo artista plástico Fábio Delduque para o restô: "O Rose Velt será um restaurante e cachaçaria que trará para São Paulo a cozinha italiana feita por Carlão de Oliveira no Romagnolo Cá de Mezz Amig, na represa de Bragança Paulista." Na sociedade, além dos Satyros e Delduque, estão o fotógrafo Miguel Uchôa e Sergio Campanelli do Estúdio MCR. Fábio é responsával por todo conceito visual da casa - do projeto de arquitetura e decoração às pinturas e intervenções artísticas nas paredes.CEO da Condé Nast, Jonathan Newhouse mobilizou as editoras de Vogue em 13 países para fazer uma festa simultânea - e motivar o consumo de moda nesses tempos de crise. Patrícia Carta, publisher da Vogue Brasil, começou juntando Daslu e Iguatemi - e conta ao Estado como será.Essa ciranda de moda acontecerá de que forma?São 13 capitais que estarão com lojas de moda abertas até a meia-noite do dia 10 de setembro. A idéia surgiu de uma conversa entre a Ana Wintour e o Jonathan Newhouse, chairman da Conde Nast Internacional. Não há vínculo comercial, simplesmente a Conde Nast quis alavancar a indústria da moda e criar um clima de celebração. Parte da verba será revertida para Ongs de moda. Faremos o evento em São Paulo, por enquanto no Iguatemi, Daslu e no Market Place. Vocês são parceiros de negócios há 34 anos. Newhouse faz qual leitura do mercado brasileiro? A Conde Nast vê o Brasil com bons olhos. Para eles, o Brasil foi pouco atingido pela crise e passou a ter relevância global. Ganhamos até sigla, encabeçamos o Bric! E ainda temos a vantagem de saber lidar com crise.A SPFW - que ocorrerá até o dia 22 - tem pela primeira vez uma ligação direta com o público por meio de consumo. Motivado pelo Ano da França no Brasil, Paulo Borges convidou a multimarcas Colette, cultuada por sua edição de arte, design e cultura, para montar uma mini-Colette na Bienal. A curadora enviou ao Brasil um contêiner as coisas que mais vende no número 213 Rue Saint-Honoré: espelhos, adesivos, discos e t-shirts desenhadas por cinco de seus melhores colaboradores: Iris de Moyu, a ilustradora Genevieve Gauckler, a grafiteira Fafi, Soledad e Florence Deygas.CapimO presidente da Nestlé, Ivan Zurita, fará este ano seu leilão de Simental na Feicorte, maior feira indoor de negócios agropecuários da América Latina, organizada com Rosalu Ferraz Fladt Queiroz e Bob Ziegert. Ivan prevê aumento de venda que pode chegar a 40%. Só haverá fêmeas. Ideia é melhorar o padrão para ampliar faturamento. BABY-BABYA música francesa, trovadoresca, ficou conhecida no mundo como chanson française e french touch foi o nome dado ao movimento eletrônico do País nos anos 90. O momento na música é, encore une fois, carimbado pela música feita em Paris, e é chamado eletrorock-frenchtouch - som sintético com batida de rock?n-roll e letras sussurradas. Anote: Baby, Baby, Baby. A música, assinada pelos parisienses Pierre Mathieu e Greg Kozo, sob a sigla Make the Girl Dance, - tirada da citação Me make music to make the girls dance, da banca escocesa Fraz Ferdinand -, tem a voz de uma mulher falando sacanagens em francês. No vídeo, a esquálida Mathilde anda nua no 2éme. Fernanda Abdalla, radar de Nizan Guanáes na NIdéia e uma das diretoras de da feira de moda Fashion Rio, muda-se para Londres. Para alavancar negócios. O som do desfile da Cavallera será feito sairá de alto-falantes de carros orquestrados por Bid. Três picapes serão posicionadas ao longo do Minhocão, que será fechado domingo. A crise deflagrou no mercado de moda uma onda de... furtos. Uma pesquisa da Universidade da Flórida mostra que já em 08 a taxa fraudes em vendas e erros administrativos cresceu 2% em relação aos últimos seis anos. E que o número de furtos cresceu 1,2%, só neste ano. Foram consultadas 15 empresas americanas de segurança. Drausio Gragnani fez um arraial em prol da Anima em sua agência. Arriscou-se como fotógrafo e cubriu a festa no Facebook O CEO da MTV, José Wilson Fonseca, está abrindo a grade da emissora para séries de dramaturgia. Em parceria com a Mixer de João Daniel Tikhomiroff, Descolados será a primeira e estreia em julho, com assinatura de Luca Paiva Mello - o mesmo de Mothern. Os atores jovens, na faixa dos 20 desconhecidos do grande público. Paiva Mello falou ao Estado.Primeiro foram as mães, agora jovens. Por quê?Eu e o Rodrigo Castilho, cocriador e roteirista, queríamos falar sobre esse momento específico da vida, a transição para o mundo adulto e o que marca é a saída da casa dos pais. É um momento em que você tem muito mais vigor que prática. A onipotência contra a falta de experiência, o que acaba causando muitos acidentes... é a primeira grande lombada.E o nome, Descolados, que é uma gíria de anteontem?A gente faz uma brincadeira com o nome, já que eles estão sendo ?descolados?, arremessados no terreno desconhecido da vida adulta. Descolando da zona de conforto, do estável, acabou o colo.

, O Estadao de S.Paulo

18 de junho de 2009 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.