Em cena

HeyHoje, a Fortes Vilaça abre expo do americano Robert Mapplethorpe, grande fotógrafo da cena sadogay. E Luisa Setubal estreia a loja-conceito de acessórios Lool. Amanhã, Marcos Campos faz na Disco festa Studio 54, com Kenny Carpenter, ex-DJ do clube de NY.HeyO mexicano Miguel Calderon, 35, considerado o 4.º do mundo em campanhas digitais, fala hoje em SP para 200 pessoas na BossaNovaFilms. Autodidata, o diretor é sócio do Grupo W, que fica na pequena Saltillo, cidade do México com 800 mil habitantes. O presidente da Triennale di Milano, Davide Rampelo, e o prefeito Gilberto Kassab assinaram na quarta uma carta de intenções para que o Brasil tenha um museu Triennale de Milano - que nasceu nos anos 30 como uma mostra trianual, mas ganhou peso de museu com salas permanentes de exposição. A instituição está em expansão. A primeira sede foi inaugurada em 07 em Tóquio e, com suporte do Ministério do Desenvolvimento Econômico italiano, segue a lista: Seul neste em 09; em 2010 em Shangai por conta da expo mundial do País e no mesmo ano, em NY e... São Paulo. A brasileira Taissa Buescu estuda a cidade para encontrar a sede. Circula por São Paulo por conta da SP-Arte, o inglês Jay Joplin, dono da galeria White Cube, que tem o passe do creme dos YBAs: Jake & Dinos Chapman, Tracey Emin e Damien Hirst. Quer encontrar novos artistas. De ?brasileiros?, Jay tem um só em seu time. Só que é brasileiro de coração: o alemão Franz Ackerman, radicado na Nova Viçosa. O panorama não poderia ser mais luminoso para a artista Jac Leirner. Acaba de entrar para a Galeria Yvon Lambert. PERFORMANCE-PROTESTO - Ao incorporar em sua arte ideais que Nicolas Bourriaud descreve em L?Esthétique Relationelle e Post-Production, a artista plástica Rose Klabin volta suas performances para a investigação constante da política cultural e empresarial e seu impacto na produção artística. Na SP-Arte, que abre hoje, Rose ficará atrás de um stand distribuindo cartões com um número de telefone, no qual um menu eletrônico oferece opções de ver a bio da artista, que mistura a seu currículo apropriações das bios de Warhol e Jeff Koons e uma entrevista fake com Damien Hirst. A performance, intitulada Rose Klabin, Inc. já foi exibida em 2006, em Londres, na coletiva Quick and Dirty, curada por Jeremy Ackerman. Causou estranheza. "Parecia que a arte havia sido invadida pela aridez e agressividade do poder corporativo", lembra-se. De fato, isso geralmente acontece, não Rose? "Acho que este é um trabalho que entra muito bem no contexto de uma feira de arte por uma razão direta: levanta questões sobre a comercialização e fala diretamente sobre patrocínio, o poder corporativo e as artes plásticas. É um trabalho efêmero, que só existe mesmo dentro deste contexto, para que faça sentido."Sergio Kamalakian, 25, começou sua marca do zero. Sem marketing sério, mais na simpatia e contando com sua web de amigos, fez da Sergio K, em 4 anos, uma label que fatura R$ 11 milhões por ano. "Achei que era hora de fazer uma campanha", diz K. Momento de sorte. O provocativo fotógrafo americano Terry Richardson estava em Trancoso clicando o calendário anual da Pirelli com gostosas como Ana Beatriz Barros e Lily Cole, que "parece o Chucky!", diz Terry, divertindo-se enquanto come um pão de queijo e checa a Yashica de snapshots com que fez as fotos daquela noite. Terry não usa artifícios. Uma foto é como é, sem retoques. Sabe aquele tipo de pessoa que passa uma impressão de doidão pelo estereótipo, braços fechados por caveiras tatuadas, e pela consequente lembrança de imagens carregadas de sensualismo, características de seus trabalhos? Terry não é nada disso. É doce, simples, sério e, após uma tratamento contra alcoolismo no AA, só bebe drinks não alcoólicos. Circulando pelo barroco apartamento de Kamalakian, cenário da campanha que sairá em agosto, decidiu com a stylist Leslie Lessin clicar o modelo Marlon Teixeira - hoje, a cara da Dior Homme - num look absolutamente básico: camisa de gola e bermuda jeans, cortada na hora pela stylist. "Meu cliente é assim, clássico", diz K. Ele conta que, para que seus clientes possam consumir modismos, abrirá uma loja-conceito com acessórios de diferentes marcas que casam com seus looks. Será no Iguatemi, com 140 m². Trata-se de uma estratégia. "Já tinha uma loja pequena no Iguatemi, mas para respeitar raios de distância entre lojas exigidos por contratos, resolvi manter-me nos mesmos lugares, porém em lojas maiores. Assim, reverto meu tíquete médio de venda", conta. "Não sou formado, mas acho que sei vender. Se um dia achar que estou no caminho errado, simplesmente fecho as portas. Afinal, nelas há meu nome."Tom Thorebury, diretor da americana Keeneland, maior empresa leiloeira de cavalos de corrida do mundo, escolheu nos haras paulistas 71 potros para o Selected Sale, no qual serão vendidos hoje no Jockey os top nacionais. Os critérios de avaliação são o físico, o pai e a linha materna. "A vantagem do modelo é a internacionalização das vendas, com a presença de proprietários do mundo todo reunidos no Brasil numa só semana. Antes o processo durava meses", explica Carlos Eduardo Vaz Guimarães, da Agência Paulista do Puro Sangue. A média de preços para a venda deve girar em torno dos R$ 50 mil.Subprefeituras preparam blitz para autuar casas noturnas e bares sem acesso para cadeirantes - e os primeiros da lista são o Z Carniceria, Miniteatro do Largo Paissandu e Zhi Club.O DJ Francês Stephan Pompougnac, depois de tocar hoje no Londra e dia 16 na Pink, estica estada para pesquisa de sonoridades brasileiras com Vanessa da Mata. Para próximos discos do Costes. Bazinho Ferraz, presidente da B\Ferraz e CEO da holding B, do Grupo ABC, vai começar a atacar em nova frente: o Rio de Janeiro. A agência é, porém, investimento pessoal que terá no front Carolina Gimenez. A agência será batizada como.... Rede. O foco? Branding.O que têm a ver Ronaldo-corinthiano-Nazário e o maestro e pianista João Carlos Martins. Bem... o primeiro levou várias porradas da vida; o pianista teve uma atrofia da mão esquerda. O que os une é a força de superação. O Coringão vai colocá-los para falar sobre o assunto. A ideia veio do Corinthians - e da Globo.A Festa do Peão de Barretos é a maior, mas a de Jaguariúna vem crescendo - e encostando como a mais bem organizada. A razão: "Há 5 anos mudamos de um espaço público para um privado, o Red Park", diz Valdomiro Poliselli, presidente da festa. "Isso faz com que a logística da estrutura física seja milimetradamente pensada. Isso rende mais espaço para negócios variados do mundo country." Curador, colecionador, economista e representante da casa de leilões londrina Bonhams, Thomaz Saavedra, se instala na João Moura para vender o top do mobiliário do século 20 - sua expertise. E no Iguatemi, onde as irmãs Piva de Albuquerque abrem a Polignano Al Mare, circula a rouquine Marina Beltrame

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.