Em cena

HeyCom Muti Randolph no layout e Coy Freitas na produção, Renato Ratier põe fogo no 324 da Guaicurus com a D-Edge Concept. Na pista: Marcos Morcef, Phoreski, Pareto, Château Flight e, ao vivo, Stop Play Moon, Mau Mau, Zegon, Miss Kittin & The Hacker, Claro Intelecto e Gui Boratto. Sábado. Com chanclishCom a derrota de Marta nas últimas eleições municipais, cresce a popularidade do atual Ministro da Educação, Fernando Haddad, como possível candidato do PT ao governo de São Paulo. E, em conversas a interlocutores, indagado sobre qual seria seu maior adversário, a resposta é... Kassab. Crise... o movimento em lojas dos Jardins e shoppings de São Paulo está aquém do esperado, mas - apesar de não ter ainda números oficiais - a Federação do Comércio do Estado de São Paulo prevê queda de 1% nas compras de Natal. Não seria pouco? "O brasileiro, com dinheiro do 13º na mão, gasta sem pensar no futuro", informa a Fecomércio.Já nos EUA, 42% da população está adiando para o último segundo as compras de Natal - apesar dos grandes descontos, segundo uma pesquisa da National Retail Federation. Mesmo as mulheres esperam que lojas baixem mais os preços, em até 70%. A frase estampada por toda Londres é "mais por menos dinheiro" - e segundo Phillip Green, dono da supermultimarcas Top Shop, que tem backup dos bancos da Islândia, este deve ser o mote de 2009. Angustiado, Green diz: "O dinheiro secou." Nas lojas inglesas, descontos já chegam a 40%, antes do Natal. Já na Índia as vendas devem cair até 20%. Além da crise, o povo de Mumbai evita lugares movimentados por causa dos atentados terroristas de novembro. Uma análise do Morgan Stanley mostra, entretanto, que em outras cidades a queda nas vendas ficará em cerca 12%.E a crise bateu também às portas da Louis Vuitton. Foi abortada a construção de megaloja de 12 andares, 13 mil m², em Ginza. "Não conseguimos bom acordo com Hulic (construtora local)", disse Yuri Matsueda da Burson-Marsteller, a PR da marca no Japão. As vendas do LVMH caíram 7% no País e está em análise o corte nos preços de prêt-à-porter depois do Natal. DO BEM - Para ajudar os conterrâneos de Guga Kuerten, amigo e parceiro no projeto de implantação do tênis como esporte na periferia, a presidente da Liga das Mulheres Eleitoras do Brasil, Ana Paula Junqueira, armou no 3p4 jantar em prol das vítimas das enchentes de Santa Catarina. Conseguiu cerca de R$ 230 mil. Por lá, Alessandra Nahus e Gisele MoraesA FESTA NÃO FESTA - Foram se os tempos de festas glam à la Alex Kechichian registradas na cama com Madonna. Inacreditavelmente a diva pop acabou, depois do show de segunda no Rio, cercada de... capiaus, como diria Lina Bo Bardi. Uma equivocada equipe de produção chamou globettes sem assunto para fazer número em torno dela. Também, assunto não era preciso. A festa era de fato um ensaio que Madonna faz no País com o fotógrafo Steven Klein para a revista W. Rogério Fasano cedeu o Londra. Na foto, Madonna chega com Steve ao hotel enquanto o DJ inglês Paul Oakenfold - que abre os shows Sticky & Sweet - a espera na esquina da Viera Souto, sem ser reconhecido. Também, com esse cabelo... O preço do Mini Cooper passará de astronômico a ?ok? no Brasil. O presidente da BMW, John Dornbusch, abrirá em 2009 em Curitiba e São Paulo duas lojas para vender diretamente o carrinho - e deu a bandeira à Caltabiano. O Plus? poderá ser customizado. Por dentro e por fora. Abre em São Paulo a versão verde-amarela do clube nova-iorquino Pink Elephant - e Giuliano de Lucca, um dos sócios, trabalha 24 h com cem mestres-de-obras para finalizar o clube para a estréia... amanhã! De Lucca, que já foi sócio da Disco e Chaos, falou ao Estado: No clube foram investidos R$ 5 milhões. O target é público AAA. O que esperar?Um elefante cor-de-rosa, literalmente. Marcos Botelho, da Wall Mídia, tem o programa da dinamarquesa ViZou e está criando o holograma de um, que entrará no clube dando cambalhotas para abrir a pista. A pista tem lustres que trocam de lugar com strobos mais uma série de pequenos luxos...Sim... maquiadores no camarim, minibar sob sofás e um santuário. Faz 10 anos que a Chaos ?derreteu? (o clube pegou fogo). A única coisa que sobrou foi uma garrafa de champanhe, intacta, que está guardada num cofre e terá um local para ela, com uma frase que li na camiseta de um funcionário no incêndio: "A parte mais bela de um sonho não é realizá-lo, mas a coragem de lutar por ele." Outro funcionário da Chaos me disse que ia ajudar a construir uma boate nova, tijolo por tijolo. Por isso as paredes da Pink são assim. O atual máximo hit de Trancoso é uma piscina que dizem ter poderes de cura por ser moldada na pedra aventurina, de cor verde, que teria tais propriedades - e é coisa para poucos. Para poucos por ser do novo Uxua Casa Hotel, cujos donos são absolutamente rígidos: não permitem a entrada de não hóspedes. E a questão é que só gringos e suecas alucinantes conseguem se hospedar no hotel, cujo projeto é do holandês Wilber Das, diretor de Criação da Diesel e sócio. Por isso, como tudo de bom que surge em Trancoso, o Uxua chega com polêmica. Segundo a imprensa local, os donos utilizaram o nome da Diesel indevidamente como marketing, o que levou a marca soltar comunicado desmentindo vinculos. Os sócios negam o uso indevido da marca e, como Wilber continua em seu posto, os boatos começam a perder força. "É o medo da concorrência", diz. Bert Stern superou Richard Avedon, anteontem, em leilão da Christie?s de NY. A foto Crucifiction, de Marylin Monroe no famoso Last Sitting, foi vendida por US$ 150 mil.Não foi à toa que o rei Abdullah II esteve às voltas com apresentações de jiu-jítsu em visita ao País, em outubro. Além de infra-estrutura, alimentos, carne e livros, jiu-jítsu, esporte que mais cresce na Jordânia, é interesse do rei no Brasil - e por influência de Zaid Mirza. Zaid é lutador, filho de diplomatas brasileiros que, a convite do príncipe Hamzah bin al Hussein, irmão do rei, há dez anos montou para as forças armadas jordanianas um programa incluindo o esporte. Dia 20, Zaid e Hamzah farão em Amã o Capital Challenge International, torneio do mais alto cacife do esporte: US$ 150 mil. Um time de brasileiros foi enviado por Fábio Gurgel - e chegam favoritos, já que no último fim de semana o Brasil levou tudo em Abu Dabi. Na linha de frente? Gabriel Vella e Tarsis Humpfreys, atleta Maxxcomm. Depois da Argentina, a Colômbia. Eduardo Fischer, que em junho comprou a agência portenha Smash, abrirá um braço desta em Bogotá. Na seqüência a trará para o Brasil, sob a recém-criada holding de serviços Total on Demand. TE DIJO TE AMO - Madonna cria looks históricos trabalhando com estilistas em palco. Já foram Lacroix, Gaultier, Dolce & Gabbana e Tom Ford. Agora, Ricardo Tisci assina seus figurino. É um italiano, que teve infância perfumada por oito irmãs. O resultado? Mãos para costura carregadas de sexismo. É o atual diretor criativo da Givenchy - o único que, além de Galliano, de fato fez a maison francesa super-rolar depois que Hubert, criador da marca e do ?Little Black Dress? de Audrey Hepburn, aposentou-se em 95. McQueen e Julian McDonald não conseguiram esse hype. A razão? Quando assumiu o posto, em 2005, Tisci pesou a mão no fetiche enquanto o universo fashion ia numa onda feminina. Caiu na graça pessoal de Madonna e em abril recebeu de Arianne Phillips, stylist da pop star, convite para fazer figurino da turnê Sticky & Sweet. De Paris, Tisci falou à coluna:Seu estilo...Sou apenas um garoto gótico da Itália. Minha estética tem a ver com sensualidade, modernidade e ironia.Você e Madonna.... Sempre fui louco por ela. Fiquei superfeliz quando a vi na capa de Hard Candy com uma bota minha na altura dos joelhos. Em abril, Arianne me chamou para apresentar uma coleção. Quase desmaiei. Não só porque poderia vestir Madonna, mas porque tinha dois dias para fazer cem desenhos. Fiz e entrei num avião para encontrá-la em NY.E aí...Tinham de ser roupas que não amassassem e fossem boas para dançar. Por isso, os corsets e capas. As botas no joelho são algo que ela adora. Pode-se dizer que Madonna colocou a Givenchy de novo no supermapa da moda cool?Para vestir Givenchy hoje, há que ser mulher forte, ter personalidade. Visto Courtney Love, Christina Ricci e Madonna.

, O Estadao de S.Paulo

18 de dezembro de 2008 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.