Em cena

HeyAmanhã na Livraria da Vila do Cidade Jardim, Gabriel o Pensador lança Meu Pequeno Rubro-Negro. Terça, no Rio, ficou 5 horas autografando livros e, para agüentar assinar 411, colou uma caneta na mão com durex. Dia 29, também no C.J., Isay Weinfeld lança livro sobre suas 15 top obras. Match pointEstá para ser assinada parceria entre a Koch Tavares e a Costa do Sauípe para realizar no Brasil pré-temporada dos campeonatos internacionais de tênis. A motivação para Luiz Felipe Tavares é o bom posicionamento de Tomás Bellucci, um osso que foi duro para Nadal roer em Rolland Garros e que é a esperança do tênis brasileiro. Cotia, não!Há algo além de preocupações causadas pelo calote do Equador para Emílio Odebrecht. O empresário está lançando tendência fora da seara da construção. Cria pacas há 6 anos - e as matrizes de seu criatório em Busca Vida, na região de Camaçari, estão chegando às mãos de chefs da alta gastronomia. Rogério Fasano recebeu uma de presente e Salvatore Loi inventou uma receita com tubérculos para acompanhar a carne do roedor - que é magra, tem sabor peculiar e vai bem com frutas. Vixe : O anteprojeto do senador Delcídio Amaral do PT-MS, que cuida de repatriação de dólar, parece que morrerá no nascedouro. Até agora não empolgou nem o governo e, principalmente, quem tem dinheiro fora. Mais duas: Um atriz brasileira radicada em NY e uma VJ das antigas - e entre elas o maior rock?n?-roll. Eca! : Quanto você pagaria por um chiclé mastigado por Cauã Raymond? Não há maior falta de assunto, mas para provar que o sabor do Trident dura, a Cadbury fez o ator mascar um por 15 minutos - e leiloa o chiclete babado dia 2 no trident.com.br. O lance inicial, de R$ 1, já está em R$ 250. Faz sentido com a info de que o dinheiro vai para a Dentistas do Bem, ONG que cuida de 5 mil crianças. Bits: Armin van Buuren, David Guetta, Erick Morillo e Sven Vath no line up bancado por Carlinhos Kalil para o carnaval do Sirena. Michael Gondry como DJ. Amanhã, o cineasta toca no CG x AA, o bar do David, em Pinheiros, que, de secreto, não tem mais nada. CG é de Cunha Gaco e AA de Alvaro Anes. Na esquina. Em 4 anos, a Galeria Choque Cultural fez a arte brasileira de rua dar altos saltos no mercado gringo e entrou num superhype por abrir frentes para o gênero. Tal sucesso faz Baixo Ribeiro abrir mais uma galeria, a Choque 2. Será na Vila Madalena e abrigará obras de grande porte e individuais. POMAR - A stylist Vanda Jacintho cria, entre Brasil e China, biquínis para Beach Couture, sua marca de moda praia que, apesar de brasileira, em 3 anos de existência é mais pop internacionalmente. Além de clientes do Oriente Médio, Philipe Green, dono da inglesa Top Shop, recebe a cada três meses uma coleção assinada por Vanda. Agora chegou a hora do Brasil. Dia 4, Vanda junta a jovem e a velha-guarda do high na casa de Vanda-avó para desfile. O clima? Billy Holliday meets Juliette Lewis em Campo Grande. Isso, por causa das estampas que remetem à frutas e à infância da stylist.NO RIO - Enviados ao Rio pela Maison Française para conversar com Oscar Niemeyer sobre o ano da França no Brasil, o consultor de arquitetura Danniel Rangel e a escritora gourmande Lauretta da Martinica fizeram, anteontem, o arquiteto abrir as janelas de sua alma. "Se não vivesse no Brasil seria na França", disse Oscar. Os porquês? Além de ter sido bem recebido por Charles de Gaulle na época da ditadura, acha os franceses mais liberais, muito cultos e generosos. Por isso, vê a crise financeira mundial como benéfica. "Mostra fraqueza do capitalismo." Oscar, homem de cabeça aberta, se mantém jovem por ter interesse pela vida. Além de tocar piano, editar a revista Nosso Caminho, têm aulas de filosofia e cosmologia. "Não somos nesse grande universo nada além de grão de areia, por isso temos de ter uma atitude mais humilde em relação à vida." Faz sentido. Tom Findlay e Andy Cato, do Groove Armada, chegam ao Rio como DJs para uma gig sábado no Morro da Urca, em projeto da Bacardi. Da França, onde gravam novo disco, Findlay conversou com o Estado.Novo disco, novas parcerias? Começamos a trabalhar no álbum há uma semana. Terá parceria, sim, mas ainda estamos como cegos. Mandamos músicas para vários cantores, que não responderam sim ou não.O novo disco terá influências reggae no estilo de Superstylin??Reggae fazemos sempre, mas esse certamente será rock-n?-roll.Qual a interação terão com Funk?n?Lata? Eles farão a percussão de músicas nossas. São muito bons, vamos nos divertir. GT3 BRASIL - Quem diria... o cineasta Waltinho Salles, pela Serrana, pode deixar para trás os pilotos profissa (ou semi) do GT3 Brasil e levar com Ricardo Rosset, domingo, em Interlagos, o título do campeonato 08 de corrida com carros dos sonhos desenhado pelo francês Stephani Ratel. Mas não será fácil: largam na póle Xandy Negrão e Andreas Mattheis, pela Medley, e o resultado dependerá de muito ... braço e melhorias na mecânica, já que ambos correm de Ford GT V8 - que bate Ferraris, Porsches e Lamborghinis como top da saison na prova. Na América Latina, o GT3 é administrado pelo banqueiro Antônio Herman, Walter Derani e Geraldo Rodrigues. O anúncio será feito em dias. Mas a operação está selada entre Nizan Guanaes e William Crunfli. Presidido por Bazinho Ferraz, o braço B, de branding, do Grupo ABC vira sócio da Mondo Entretenimento. Bazinho irá trabalhar com João Paulo Affonseca e Anne Crunfli. CORTO MOLTEDO - O rosto dele é fresh, mas a ligação com a moda longa. O ítalo-americano Gabriele Corto Moltedo, 32, é filho de Laura e Vittorio Moltedo, fundadores nos 60?s da marca italiana Bottega Veneta, vendida em 2001 para o Gucci Group - onde, inclusive, o designer trabalhou depois de formado em comunicação pela Emmerson College, NYC. Há 4 anos, ele desenha e coordena entre seu ateliê de Paris e a fábrica em Florença a produção da marca Corto Moltedo, de acessórios pop-chic. O Brasil - onde vende nas lojas Avec Nuance, do Rio e Brasília -, está na lista de pedidos de Corto há algumas estações, mas foi nesta semana que o designer chegou para entender melhor o mercado. Hoje, pilota festa no Londra, no Rio. Amanhã, chega a São Paulo para pescar o melhor representante para suas bolsas - feitas de couros exóticos e batizadas com nomes de mulheres. Quando começou a desenhar?Aos 14, na fábrica da família no Vêneto. Três meses de férias do verão eram muito tempo à toa, então no primeiro mês, antes de sair de mochilão, trabalhava na fábrica para entender o negócio. A primeira peça que fiz foi uma carteira de couro grampeado. Corto Moltedo é...Pop, luxo e chic. Pop no espírito porque o objetivo é fazer coleções divertidas para um tipo de mulher muito independente. Exatamente como (a fotógrafa) Alexia Niedzielky, que é minha motivadora criativa. O superhype da Corto Moltedo é a bolsa Priscila. Quais os novos? O conceito da coleção brinca um pouco com os anos 80. No inverno começamos com a coleção play-back em que a bolsa-chave era na forma de um cassete. No verão, aumentamos o tamanho da bolsa para caber até laptops. Swoosh: A Nike escolheu São Paulo para abrir a primeira loja Nike Sportswear do Brasil. Fora do circuito shopping-jardins, na Praça dos Omaguás, será um centro de atividades free ligadas à cultura street. SUPERTRUPER - O performer Rick Castro com o ?Super Rick? projetado, invadindo seu corpo em sessão privé do vídeo de Rodrigo Dutra. O personagem é, segundo Castro, "um superser que vem de um mundo violeta para transmutar e reverter tudo". Totalmente up to date, já que dia 21 começa a... nova era! Super Rick será exibido nas ações do Avaf.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.