Em cena

BingoComemorando os 70 anos da instituição, o Bingo da Obra do Berço, ocorrerá domingo, dia 31, no Leopolldo Itaim. Com patrocínio da JHSF, Coelho da Fonseca e grupo Leopolldo. Convites estão à venda pelo (11) 5844-1915.O Flerte Na Itália, Aécio Neves está assim, ó, de conseguir dobrar o presidente mundial da Fiat, Sérgio Marchionne. O governador quer a implantação do Centro de Engenharia da Fiat no Brasil. Seria o primeiro centro de inteligência de uma montadora no País, mas na visão de Aécio o ?x? da questão é ter em Minas a principal plataforma para os mercados latino-americano e norte-americano da Fiat. Olho: Ex-prefeito de Porto Seguro, que renunciou para não sofrer impeachment, o peemedebista Ubaldino Pinto irrita profundamente o PT baiano. Por colocar em Porto, Trancoso, Ajuda e vilarejos cartazes de campanha a prefeito, com sua foto ao lado de Gedel Vieira e de Lula. Acontece que Pinto é um dos que encabeçam a ?lista suja? de candidatos da próxima eleição, tendo contas reprovadas pelos Tribunais de Contas do Município, Estado e União, e enfrenta processo por desvio de dinheiro público. O PT trabalha para tirar a imagem do Presidente da fotomontagem.Indecisão, para o americano Benjamin Kunkel, 32, é seu romance de estréia sobre a síndrome que afeta os homens de sua geração: a letargia diante da vida e a dificuldade de comprometimento - esses tais problemas da nossa geração. Ben fala ao Estado:Depois de tanta escrita, qual a conclusão sobre esse estado de espírito que leva homens a manterem relações medíocres?No trabalho é porque eles não dão o mesmo valor que às mulheres, isso é um fenômeno de liberação. Do resto, medo.Acha que quanto mais pressão, menos resultados?Se as pessoas podem ser seduzidas a mudar e se isso se torna mais desejo do que obrigação, pode funcionar.Por que muitos deles, em vez de pegarem as poderosas, preferem mulheres mais fracas, dependentes, mixas?Preguiça e medo do amor e dor.Qual o antídoto para esse jogo? Intensivo lacaniano em B.A. Jaqueline, a brasileira que ganha do ex-marido Flávio Maluf a mais gorda pensão do País - R$ 260 mil -, atua em nova frente. O clima entre ela e Betinho Damião, diretor da Gol, é de love affair. Still loving you: a viagem dos alemães do Scorpions pelo Brasil terá parada calculada em Belém. Envolvidos com o Greenpeace, os rockers farão dia 2 um sobrevôo sobre a Floresta Amazônica para ver o nível de desmatamento. No show do dia 13 em São Paulo, eles gravam o DVD da tour.Croissant: Danny Mommens e Els Pynoo, do duo eletropop Vive La Fête, tem viagem marcada para o Brasil: em outubro, para tocar dia 10 na The Week.Globetrotter: os anos como RP de Valentino voltaram à cabeça da condessa Georgina Brandolini. Abriu em Paris, a George, uma ?agência? de branding que estréia com o príncipe-joalheiro Dmitri da Iugoslávia como primeiro cliente.Purpurina: o PRCacá de Souza costura os dias de RioSummer Fashion - que mostrará o melhor da moda praia ?made in Brazil?, em novembro - com noites de boas festas. Na primeira, um show de Caetano na piscina do Fasano. Mais: outras nas casas da ex-modelo Andrea Dellal e da head da Língua Geral, Fátima Otero. Fecha com um black tie com espírito do filme Santiago - Rioanos 40 -,e João Moreira Salles, organizado por Donata Meirelles e Nizan Guanaes na Fundação Moreira Salles.Tom: ''Sem liberdade não há democracia. E democracia não funciona sem partidos. A história dos partidos políticos é lenta, mas são o instrumento de estabilidade dos governos'' diz José Sarney sobre Crônicas, seu novo livro que anda carregando sob o braço.Ops: Ivete Sangalo, na pressa em se manifestar sobre a morte Dorival Caymmi, divulgou nota de pêsames, dizendo que Caymmi foi ao encontro de sua rainha. Esqueceram de avisá-la que d. Stela Maris está viva. Em coma, mas viva.Pantone: no UK Beatriz Milhazes trabalha intervindo em arquitetura. Em sua restrospectiva na Pinacoteca, dia 6, será a primeira vez que o fará no Brasil, colocando miles adesivos coloridos nos 10 janelões do museu. A impressão? um gigante vitral de Igreja. Há uma negociação para que permaneça no espaço a obra. Mas o normal, para Bia, é arrancar e jogar tudo fora.Vai, LacraiaConsegue imaginar Geraldo Alckmin fervendo num palanque com a Lacraia Periguete? Não é impossível. O dançarino do funk e porn star é candidato a vereador pelo PTB, que apóia o tucano, e diz sobre sua plataforma: "Quero criar uma delegacia especializada em crimes contra homossexuais." Antena: Nesta semana começa a implantação em hospitais e órgãos municipais de centrais de atendimento para comunicação com surdos-mudos. O projeto é da vereadora Mara Gabrilli que, para bolar sua plataforma para reeleição, dispara emails. Quer entender problemas reais para criar projetos para deficientes. A solução para cegos em pontos de ônibus será a implantação de avisos sonoros. O Pavilhão Francês da Bienal de Veneza de 2008 terá um quê de Brasil. Radicado no País, o quarteto hypado de arquitetos Triptyque - formado pela brasileira Carolina Bueno e os franceses Greg Bousquet, Guillaume Sibaud e Olivier Raffaelli - foi selecionado para a mostra, cujo tema é Arquitetura Além do Ato de Construir. Ou ?Out There?, em inglês. Os quês e por quês que os fazem únicos representantes atuante no ramo no Brasil - nosso pavilhão, curado por Roberto Loeb, terá não-arquitetos fazendo palestras - eles contam ao Estado:O Pavilhão Francês tem uma curadoria ímpar. Poderiam explicar?Foi formado na França o grupo French Touch por arquitetos que ?se revoltaram? com alguns dos últimos prêmios de arquitetura e se juntaram para refletir sobre o que é a produção arquitetônica francesa hoje. Fazem ações, catálogos e manuais otimista da arquitetura contemporânea. O Pavilhão foi curado por esse grupo.Eles os escolheram?Acreditamos que o convite veio por termos ganhado do Ministério da Cultura francês neste ano Naja - Nouveaux Albuns de la Jeune Architecture -, concedido a jovens arquitetos europeus com menos de 35 anos (e que abre a vencedores o direito de participar do mundo fechado da arquitetura pública), que deu visibilidade ao nosso trabalho. E o fundamento para terem escolhido a Triptyque tem a ver com a história do otimismo.Como será o projeto?O Pavilhão Francês tem três espaços: o ontem, o hoje e o do amanhã. Os projetos do ?Ontem? não são só de franceses, mas projetos emblemáticos do século 20. A Triptyque estará no presente e futuro. Presente é a sala principal, onde há Jean Nouvel, superferas francesas, e nós ao lado deles com o projeto Harmonia, que é um prédio na Vila Madalena que será uma escola de executivos. O projeto que aparecerá no futuro é dos que não estão prontos, e mostraremos Fidalga, um prédio de apartamentos. Essa sala será de projeção dos projetos. Ter o trabalho exposto na bienal é um reconhecimento internacional, um carimbo de que estamos no caminho certo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.