Em cena

IídicheCaldinho de feijão combina com kephir? Para saber no que dá, Yael Steiner reunirá, sábado, no Centro de Cultura Judaica, a chef Simone Chevis e o escritor Breno Lerner para uma oficina noturna de culinária brasileira e judaica, na qual a dupla ensinará diversas receitas típicas. Além das iguarias, o menu terá coice de mula, capim santo, rebecchini di gerusalemme, seviche, sardela e cartola.Francês no ViraOlivier Anquier deu um rolê de um mês e meio por Portugal em cima de uma Harley Davidson 883 e vai contar suas memórias lusitanas em um segundo livro, Diário de Olivier - Portugal, uma mistura de cultura, cozinha e "causos".Você traiu o Fusca com uma Harley Davidson?Como não pude levar o Fusca para Portugal, minha companheira foi uma moto que comprei em 1976, em Paris. Foi uma infidelidade, mas ele (o Fusca) aceitou (risos)...Quais regiões visitou?De Norte a Sul, de Leste a Oeste. Aí veio a idéia de fazer o livro, que é uma continuação do Diário de Olivier no Brasil, um projeto que inventei em 1998 e resultou em 10 anos de andanças pelo País, retratando lugares e personagens. Será no mesmo estilo e sairá pela Melhoramentos no ano que vem.Qual foi a situação mais curiosa da viagem lusitana?Olha... nunca comi tanto na minha vida! (risos). É difícil selecionar uma situação porque seria injusto reduzir a vivência. Hoje, você está no teatro com Olivier Fusca e Fogão, baseado no seu primeiro livro. Algum outro projeto nesse sentido?Não sou ator nem vou fazer novela. Gosto de me reinventar naquilo que domino. Não sou etiquetável. Em julho, viajo com a peça pelo interior do Brasil. Ah! E o Diário de Olivier no Brasil deve ganhar mais um volume. Kaça Emissários tucanos procuraram o PP para saber da possibilidade de o partido apoiar Kassab nas eleições à Prefeitura deste ano em SP. A resposta: o PP só poderia pensar em apoiar alguém se Maluf desistisse de ser candidato, o que até o momento não parece provável, já que ele fala aos quatro cantos que tem mais chances do que todos os que estão na mídia.Em tempo: os tucanos do governo Kassab não deverão deixar seus cargos. Eles sabem que não teriam espaço num possível governo Alckmin. KaçadorUm dos motivos que levaram Quércia a desistir de negociar com o PT e se compor com Kassab foi o desejo dos petistas de que o nome para vice de Marta fosse Fernando Morais e não Alda Marco Antônio, vontade explícita de Quércia. Comenta-se que Alda é mais quercista que o próprio Orestes. A outra razão foi a garantia de que ele vai ser o único candidato ao Senado em 2010 numa composição DEM com o PMDB. Guilherme Afif se comprometeu a sair do páreo. FumaçaO histórico Ca D?Oro, na Rua Augusta, pode deixar de ser hotel. O mercado imobiliário dava conta de que na semana passada foi batido o martelo da compra do imóvel pelas incorporadoras JHSF e Cyrela. Os valores não foram divulgados. As alternativas seriam dividir o prédio em apartamentos de 1, 2 ou 3 dormitórios ou implodi-lo - o que, por enquanto, estaria descartado. A Cyrela diz que a empresa não se pronuncia sobre o assunto e a JHSF não confirma a compra. Em DubaiHoje, o governador da Bahia, Jaques Wagner, embarca com o secretário da Indústria e Comércio, Rafael Amoedo, o chefe de gabinete, Fernando Schmidt, e uma comitiva de empresários para os Emirados. A idéia é prospectar negócios, já que os árabes têm investido onde há biodiesel com base de palm oil, subproduto do óleo de dendê. Plus: em junho, André Beranha, representante do governo de Dubai na área do turismo no Brasil, fará evento voltado aos operadores e agências para fomentar a viagem de brasileiros àquela região. O "Destino Dubai" ocorrerá ao mesmo tempo em SP, no Gran Hyatt, e no Rio, no Copa. Dig Dig DigNa Lapa carioca dos anos 90, a história de um ex-camelô que tornou-se cantor: Marcelo D2 vai virar filme nas mãos de Johnny Araújo. "É sobre a relação dele com o cara que o descobriu", diz o diretor. Se o cantor será personagem de si mesmo? "Estamos pensando", desconversa. Ao lado do jornalista Jorge Drenan - testemunha da história -, Araújo procura um roteirista. De preferência, do Rio. E boêmio. Topa?Ex-comentarista do extinto Aqui Agora, o jornalista James Akel enviou proposta a Silvio Santos para que ele venda ou alugue o nome do programa. A idéia de Akel é remontar o telejornal com três repórteres e uma bancada de debatedores, em outra emissora. "Programas como os de Datena e Geraldo Luis têm audiência porque o povo quer ouvir opiniões, mesmo que discorde delas", diz. REVIVAL - Símbolo de resistência à ditadura militar nos anos 70 e 80, o Teatro Casagrande, no Rio, ganhará nome e roupa nova. Será reaberto com parceria da Oi e novos sócios: Davi Zylbertztajn (foto), Gustavo Aichenblat, Leonardo e Silvia Haus, Ariela Jordan e Luis Calainho . O Teatro - agora, "Oi" - Casagrande, que pertence originalmente aos irmãos Max e Moisés Ajhaenblat, vai virar um moderno centro de entretenimento com capacidade para 900 pessoas . "A idéia é que funcione 16 horas por dia, nos sete dias da semana", empolga-se Davi, que conta ainda com o apoio das Secretarias de Cultura e Educação. Calainho trará o musical A Noviça Rebelde para o "open house" no dia 20.Christian Guémy, abre sua expo Nina, Mon Amour na Galeria Plastik, em SP; Marina Dias deu uma passadinha por lá para conferir as gravuras de street art do artista francêsAna Meirelles e Camila Capote Valente na inauguração do lounge Cheval des Andes Vine Loft, em Mendoza, na Argentina; e direto da França para a colheita das uvas , o presidente e enólogo de Château Cheval Blanc e Château d?Yquem, Pierre Lurton Tarja PretaA cantora Patrícia Coelho anda numa pegada rocker. "É um momento introspectivo e a minha inspiração vem das bandas de rock de SP." Aliás, é Mauricio Takara, baterista da Hurtmold, quem produz o novo CD. Músicas como Dor e Dor, de Tom Zé, e Juízo Final, de Nelson Cavaquinho, foram regravadas por ela. No myspace.com/patriciacoelho. JustoNuma conversa no salão de seu cabeleireiro, Gugu Liberato contou para empresários que estavam no local a solução do caso do rompimento de Roberto Justus com o estúdio dele, Gugu, que havia sido contratado pelo empresário para produzir futuros programas para a Rede Bandeirantes. Gugu disse que a multa paga por Justus não era de R$ 300 mil, como foi anunciado, mas de pouco mais de R$ 100 mil. O apresentador do SBT deu-se por satisfeito e não quis saber de briga judicial. Por meio de sua assessoria, Justus informa que, por razões estratégicas, o contrato nem chegou a concretizar-se e os R$ 100 mil pagos a Gugu Liberato referiam-se ao aluguel do estúdio.CHAMA - Um dos heads da Vermelho, Edu Brandão lançou o desafio. E o artista plástico Fábio Delduque topou resumir seus 20 anos de pesquisa de diferentes linguagens artísticas numa performance. Dia 29, Delduque apresenta Órbita, na galeria, unindo cinema, artes plásticas, teatro e videoinstalação. "Pintado como uma fogueira, meu corpo se transforma em pintura-escultura-performance num quadro vivo em uma tela de 5 m por 2 m", define Delduque. Sabe que...O ator Luis Miranda quer dar uma fervida na cena teatral da Bahia e está montando a produtora Cocada-Puxa para levar espetáculos do eixo Rio-SP para Salvador. Cócegas, com Ingrid Guimarães e Heloísa Perissé, está nos planos Sábado, Vera Chadad transformará a Daslu numa feira de arte indoor aberta ao público com 22 expositores Luciele Di Camargo está empolgada com a possibilidade de posar para a revista Playboy. Disse que as fotos não podem ser vulgares porque no fundo não seria apenas ela a ir para capa, mas toda a sua família Dia 14, os irmãos Wilson Simoninha e Max de Castro farão o show 120 Anos da Abolição da Escravatura, no Memorial da América Latina. No after, o lançamento do filme Ninguém Sabe o Duro Que Dei, sobre Wilson Simonal, pai dos meninos. 5minutos com Robbie Maddison Recordista do motocross freestyle mundial, o corredor virá ao Brasil para a segunda fase do campeonato RedBull X Fighters, no dia 3, na Marquês de Sapucaí, no Rio1. Quais são as suas expectativas para a etapa brasileira da competição?Vou dar o melhor de mim e espero ir para ganhar. 2. O que o inspira quando está em ação? Tenho verdadeira devoção pelo motocross. O que me move é a superação... essa possibilidade de criar novos saltos é o que me empurra.3.Quem é o melhor competidor brasileiro, na sua opinião? Os irmãos Gianpaolo e Giancarlo Bergamini.4.E qual o seu adversário mais difícil? Mat Rebeaut e Dan Torres, com certeza. Será um grande desafio.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.