E o cãozinho vai para...

Com Cicarelli à frente, MTV faz amanhã seu VMB 2007, balada transmitida ao vivo e que já rendeu R$ 30 milhões de faturamento

Jotabê Medeiros, O Estadao de S.Paulo

26 de setembro de 2007 | 00h00

Uma ninfeta sedutora de 13 anos ou uma velha cortesã já superada pelas novas musas virtuais? A festa dos prêmios da MTV, o Video Music Brasil, chega à 13ª edição procurando manter sua pretensão de ser uma espécie de espelho da juventude de classe média brasileira, ao mesmo tempo em que busca fórmulas para renovar o interesse na sua programação.O interesse num canal de videoclipes murchou - há uma noção quase de simultaneidade na grande janela da internet, os clipes chegam antes à rede, ao YouTube, ao MySpace, com uma oferta mais livre e democrática. Ainda assim, a MTV continua sendo reconhecida pelo grande mercado como a única emissora que mantém um canal de comunicação eficiente com o jovem. Uma prova disso é o investimento na festa. Os patrocinadores pulam maciçamente no barco - em maio, segundo os organizadores, já tinham sido vendidas todas as cotas de patrocínio para o evento, que somam cerca de R$ 30 milhões.''''Modelos acéfalas + VJs acéfalos + programação acéfala = Empty TV! I want music back'''', repete, como um mantra sarcástico, nos blogs da MTV, um certo Lokão, um dos muitos garotos que chamam a emissora de Empty TV (''''TV Vazia'''', em inglês).A MTV, entretanto, diz que não está alheia às mudanças que a sociedade da hiperinformação vai experimentando. ''''Mudou o cenário e tem de mudar a MTV também, senão fica para trás. Hoje, além de você poder assistir a um clipe antes da MTV exibi-lo, você vai assistir quantas vezes quiser, na hora que quiser. E a criação musical está de amarras soltas. Muitos já podem fazer e distribuir o próprio clipe, as próprias músicas, as próprias brincadeiras'''', diz Zico Góes, diretor de programação da emissora. ''''A MTV está atenta a isso. O tema do VMB este ano, por exemplo, é Música Por Todos os Lados. A MTV e o VMB têm a obrigação de se atualizar e rever seus papéis. Não somos os arautos das novidades como no passado. Somos os agregadores de conteúdo, o filtro da pulverização que domina o mundo do jovem. Ele tem acesso a tudo, ele pode fazer tudo. Mas ele ainda precisa de alguém que lhe dê a mão, que lhe mostre o melhor caminho, que compile as melhores listas'''', diz Góes.A premiação será transmitida amanhã, às 22 horas, direto do Credicard Hall. O troféu é um cachorrinho, desenvolvido pela própria MTV. A hostess da noitada será Daniella Cicarelli, que apresentou o VMB 2006 ao lado de Marcos Mion e Cazé. Curioso: na ocasião, vivia-se um fenômeno de retroalimentação entre internet e MTV, já que Cicarelli estava em plena polêmica da divulgação de um vídeo erótico entre ela e o ex-namorado, Tato Malzoni, numa praia da Espanha.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.