É falsa a estátua do imperador Adriano

Uma estátua famosa do imperador romano Adriano (76 d.C.-138 d.C), em que ele está vestindo uma toga ao estilo grego, foi apontada como falsa. Por anos essa obra representou uma prova da paixão do imperador pela cultura helênica. A restauradora Tracey Sweek desvendou a farsa quando, limpando a obra que deveria integrar a mostra Adriano: Império e Conflito, no British Museum, descobriu um fio de gesso que escondia a junção postiça entre a cabeça de Adriano e o resto do corpo. Segundo Thorsten Opper, curador da mostra, a cabeça teria sido encaixada em um corpo de estátua produzido há aproximadamente 150 anos. Ansa

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.