Dublados em alta

Anunciantes preferem os sem legenda

Keila Jimenez, O Estadao de S.Paulo

08 de setembro de 2009 | 00h00

Os anunciantes preferem os dublados. Levantamento do Ibope Monitor de investimentos do mercado publicitário mostra que entre os canais que mais faturaram no primeiro semestre do ano, em comparação ao ano anterior, está a turma que abriu mão das legendas.

Na TV paga, o canal Fox - criticado por dublar toda a sua programação - lidera o ranking de faturamento, com crescimento de 62% no período, em relação a 2008. O Ibope calcula o investimento bruto do mercado, sem os descontos dados pelas emissoras no período. TNT, que já nasceu dublado, cresceu 4%. Dos canais Telecine, o único que faturou mais no primeiro semestre foi justamente o Telecine Pipoca, que traz longas dublados. O movimento do mercado acompanha o da audiência, que há tempos demonstra preferir os sem legenda.

Entre os pagos, a ESPN Brasil aparece bem, com crescimento de 53%, seguidas por HBO, GNT, Canal Brasil, Globo News, Cartoon, Universal e Warner.

Entre os que perderam faturamento estão o extinto Jetix, que faturou 32% a menos que em 2008, Discovery, Telecine Premium, Multishow, AXN, SporTV e Sony.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.