Do público ao contrarregra, a cena teatral vai ao palco

Doce DeleiteAlcione AraújoCivilização Brasileira160 págs., R$ 21 Nos anos 80, com o objetivo de homenagear os artistas ligados ao teatro, o dramaturgo Alcione Araújo escreveu a peça Doce Deleite, conjunto de histórias que giram em torno de personagens do mundo teatral, como a bilheteira, o contrarregra e o espectador. "A peça tem humor de todos os tipos, desde o teatro do absurdo, passando pela ópera e o teatro de revista", disse Araújo à imprensa na época da estreia, que contou com a participação de Marília Pera e Marco Nanini. Quase 30 anos depois, o texto é agora editado pela Civilização Brasileira, na esteira do sucesso da primeira remontagem da peça, desta vez dirigida por Marília, com atuações de Reynaldo Gianechinni e Camila Morgado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.