Direto da fonte

Malha fina nas campanhasUm cruzamento de dados entre o que informam os doadores das campanhas e a renda que declararam ao Leão apontou conflitos em pelo menos 18.000 doações nas eleições passadas. Só como exemplo, são pessoas ou empresas que informam ter doado R$ 100 mil e declaram ao Leão patrimônio de R$ 150 mil. A lista foi passada pelo Tribunal Superior Eleitoral aos TREs estaduais e ministérios públicos eleitorais.O trabalho partiu do Núcleo Especial de Auditoria, criado pelo presidente do TSE, Carlos Ayres Britto e montado graças a convênio com a Receita Federal. O ministro quer deixar para trás a era de simples formalidades, quando os tribunais se limitavam a comparações contábeis entre despesas e notas fiscais - e que não assustavam os partidos e candidatos.Eu sou, tu ésEnquanto isso, em São Paulo, quem corre por fora é o Ministério Público. Ele detectou falhas nas contas de 46 dos 55 vereadores.Quase tudo em notas frias e despesas não declaradas.Meu nome é...A Prefeitura paulistana montou grupo para definir uma nova imagem visual. Uma mudança já definida é que nos seus comunicados cai a expressão "cidade de". O nome oficial vai ser Prefeitura de São Paulo.Villa-Lobos globalMarcelo Bratke acaba de lançar, com um concerto em Londres, o projeto Villa-Lobos Worldwide - uma campanha internacional para divulgação da obra do maestro, que inclui shows na Europa e Estados Unidos, um documentário em inglês e workshops. E gravação, por Bratke, de suas obras para piano.Memorial do chumbo Vão para Belo Horizonte cerca de 64.000 processos guardados no Ministério da Justiça, relativos a perseguições e maus tratos durante a ditadura. Serão parte do futuro Memorial da Anistia Política, a ser montado num prédio que, nos anos de chumbo, abrigou a UFMG.O mesmo onde estudou, antes de sair para a militância, Dilma Rousseff. Muito por nadaVisitantes que foram no domingo à exposição de Vik Muniz, no Masp, assustaram-se com um princípio de tumulto. Pensaram até que fosse um arrastão.Era Jimmy Carter que chegava, escoltado por seguranças e batedores.Corte às claras Aviso de quem conhece bem o Supremo: ele não vai parar com a transmissão ao vivo das sessões. Fogo de mentiraOs bombeiros e o pessoal das ambulâncias de São Paulo descobriram a receita para reduzir a quantidade de chamados falsos: educação cívica para crianças. Partiu delas, em 2008, quase metade dos 23 mil chamados.Tudo em famíliaPatrícia Pillar virou garota propaganda dos primeiros 100 dias da gestão Márcio Lacerda em Belo Horizonte. O prefeito é do mesmo PSB de seu marido Ciro Gomes. Que, quando ministro, tinha Lacerda como secretário.Ajuda distanteO Itamaraty está ajudando a construir um conjunto poliesportivo... na Palestina.Ao lado de Índia e África do Sul, doou US$ 1 milhão para melhorar a vida dos estudantes em Ramallah.Depois do cigarro...Quem achou que as leis contra fumantes andam muito duras prepare-se. A saúde pública está preparando uma nova guerra, agora em defesa do bebedor passivo - na Inglaterra. É o cidadão que, a exemplo do fumante passivo, é prejudicado porque os outros bebem.A ideia do dr. Liam Donaldson é dificultar o acesso às bebidas e aumentar o imposto.Em frenteMarcelo Cidade acaba de entrar no clube de dez artistas mais promissores do mundo. Feito pela edição francesa Beaux Arts - uma das revistas mais importantes do mundo sobre o tema. Toda a renda do show Elas Cantam Roberto Carlos vai para a Associação Américas Amigas. Pelo projeto Itaúbrasil, dia 26, no Municipal.Os espumantes brasileiros são o destaque do lounge da Sparkiling Wine. A partir de hoje, na Expovinis. Textos inéditos de Julio Cortázar serão lançados pela editora espanhola Alfaguara. Mariana Aydar acaba de dar o start na divulgação do seu segundo disco, Peixes Pássaros Pessoas. E já avisou: nada de Brasil. Começa pela Europa. A coluna trocou de irmãs no domingo. É Malu Moraes Menezes e não Regininha de Moraes que aparece na foto.O curta brasileiro Superbarroco, de Renata Pinheiro, será exibido na Quinzena dos Realizadores. Na mostra paralela ao Festival de Cannes. A Casa Civil vai gastar cerca de R$ 11 mil só para renovar o estoque de cafezinho. Exige grãos gourmet.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.