Direto da fonte

Ronaldo e o jogo da cervejaA NovaSchin descobriu um jeito de tirar Ronaldo de campo - ou, pelo menos, tentar... - no jogo em que ele chuta pela Brahma. Entrou no Conar com representação contra a rival.Alega que o jogador tem grande apelo junto às crianças e que o anúncio vincula seu sucesso ao consumo de bebida alcoólica. Ainda não há prazo para o julgamento da denúncia.?Tempo zero??O Poupatempo, invenção de Mário Covas , está prestes a cruzar fronteiras. José Pimentel, da Previdência Social, também quer juntar um pacote de serviços públicos em um único espaço, na área federal.?Tempo Zero?? 2Para tanto, o ministro mandou técnicos visitarem postos do Poupatempo para conferir a tecnologia de informação e as parcerias com a área privada na definição de novos postos.A ideia pode formar um tripé com o "milhão de casas" e com a campanha de "um milhão de atendidos" pelos serviços do Banco do Brasil.Pura coincidência, é claro. De rei a peãoQuem diria... Roberto Carlos vai trocar a coroa por chapéu de peão de boiadeiro. Apenas por uma noite. É que o rei vai cantar, dia 15, no rodeio de Jaguariúna. Ponte da amizadeO Planalto e a Igreja Universal estão numa ótima. Jerônimo Alves, presidente da igreja, negocia com o Ministério dos Esportes para, com suas ONGs, levar 60 núcleos do programa "Segundo Tempo" a áreas atingidas por enchentes em Santa Catarina.Sei lá, entende?Os seguidores da Universo em Desencanto - doutrina que encantou Tim Maia - estão batendo ponto no centro de São Paulo. Um adepto explica o espírito da coisa: "Substitua o seu eletromagnetismo pela energia racional. Assim, você atingirá a condição de imunizado racionalmente." Ficou claro? Château realDepois de um ano de buscas, o grupo francês Maisons des Rêves escolheu Paraty para seu primeiro investimento no Brasil. Proprietários de hotéis sofisticadíssimos, todos Relais & Châteaux, eles prometem algo bastante adequado à história e natureza da região: estão aterrissando pelas mãos de um morador da cidade, o príncipe D. João de Orleans e Bragança.Vaga por vagaAécio Neves e José Serra travam, nas estatísticas, uma disputa paralela sobre quem gera mais emprego. Minas foi quem mais subiu na lista do Ministério do Trabalho, em março, saltando do 20ª lugar para o 3ª. E São Paulo, que estava em 16%, voltou ao topo da lista.Luzes para todosNeo Energia, Cemig, Gávea e Pátria estão em negociações preliminares para tentarem, juntas, comprar a Terna. Empresa de transmissão de energia.Guerra das latinhasOs catadores de material reciclável estão em guerra com Gilberto Kassab. São 48 associações indignadas porque ele vetou projeto que criava políticas públicas no setor. A Prefeitura alega que o texto invade funções do Executivo e cria despesas sem dizer de onde sai a receita.Cores de MichelleVai virar peça de museu o look verde-limão usado por Michelle Obama na posse do marido. O vestido e o casaco, criados por Isabel Toledo, estarão expostos no Museu do Fashion Institute of Technology, em Nova York. A partir de 17 de junho. Na frenteAviso a quem se surpreende com o largo sorriso no rosto de Luiz Schwarcz: Leite Derramado, de Chico Buarque, vendeu 70 mil cópias na primeira edição e 20 mil na segunda. E a Cia. das Letras prepara a terceira: mais 20 mil.Com discurso focado na preservação da mata atlântica, Gisele Bündchen lança para o mercado europeu a coleção de sandálias que criou com a Grendene. Hoje, em Madri. Coube ao brasileiro Marcello Dantas a direção artística do Museo Del Caribe, que se abre no domingo em Barranquilla, na Colômbia. Yara Thais Castanho, do Suplicy Café, embarca para Atlanta, nos Estados Unidos. Representa o Brasil no World Barista Championship. A secretária Alda Marco Antonio acertou, com a Fipe, a realização de um censo de moradores de rua em São Paulo. No último, em 2000, a mesma Fipe contou 8.706 pessoas.O vinho gaúcho Miolo faz parte agora do cardápio do Buddha Bar de Londres. José Sergio Gabrielli anda chateado com a inclusão de seu nome na lista dos que vão deixar o governo para se candidatar - dizem que ele tentaria o Senado pela Bahia. À coluna, o presidente da Petrobrás jurou: "Não sou candidato a nada".Direto da fonteColaboraçãoDoris Bicudo doris.bicudo@grupoestado.com.brGabriel Manzano Filho gabriel.manzanofilho@grupoestado.com.brPedro Venceslau pedro.venceslau@grupoestado.com.brProduçãoElaine Friedenreich

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.