Direto da fonte

Hay que endurecer?Não bastassem os conflitos comerciais que emperram o Mercosul, Brasil e Argentina arrumaram outro motivo para divergir: a construção, pelo governo brasileiro, de uma nova represa - a sexta - no rio Iguaçu. O projeto já está nas mãos da Neoenergia, produzirá 350 Megawatts e, em tese, fica pronto até fins de 2011.É pretexto novo para briga velha. Desde Itaipu, nos anos 70, os argentinos acusam o Brasil de manipular à vontade as águas dos rios da região. O problema deles é que o governo brasileiro não está fazendo nada ilegal.O curioso da história é que a maior arma de Buenos Aires, no caso, é... o Ministério Público Federal brasileiro. Como também ele tem restrições, e está pedindo a suspensão da obra para avaliar melhor seu impacto ambiental, o governo argentino decidiu imitá-lo: pediu ao Itamaraty cópia do estudo do Ibama. A Argentina tem bons motivos para se chatear. O Parque Nacional de Iguazú recebe, atualmente, um milhão de turistas por ano.Dupla de ataqueBrasil e Estados Unidos poderão atuar juntos em projetos em outros países, no setor do agronegócio. A ideia foi discutida entre Cesário Ramalho, da Sociedade Rural Brasileira, e o embaixador Clifford Sobel - que prometeu falar do assunto com Hillary Clinton.QUEM DÁ MAIS?Na trilha de Yves Saint Laurent e Gianne Versace, chegou a vez de Kenzo Takada colocar em leilão parte do acervo pessoal. Em junho, pela Aguttes.Paixão na redeVem aí a Semana Santa virtual. Criada pela Basílica de Aparecida do Norte.Já no ar, o novo site tem fotos, vídeos, reflexões e uma via sacra virtual. E mostrará ao vivo, pela rede, as imagens da TV Aparecida. Balé com coelho A primeira-bailarina do Bolshoi, Maria Alexandrova, chega ao Brasil para conferir se balé está com cartaz.Ajuda a angariar R$ 1 milhão para a Páscoa do Bem, idealizada pela Lide. Dia 7, no Auditório Ibirapuera. Meio palanqueAécio Neves não terá o palanque badalado que esperava para abrir o Ano da França no Brasil, dia 21, em Ouro Preto. Nicolas Sarkozy avisou que não vem, apesar de Lula ter ido a Paris na abertura do Ano do Brasil na França, em 2008. Quem vem é Christine Albanel, sua ministra da Cultura e Comunicação. Palanque cheio Lula também não se programou para aparecer em Ouro Preto. Mas vai receber Sarkozy em Brasília, na Festa da Independência, dia 7 de Setembro. Nobre, a causaIzabel Goulart, uma das tops brasileiras que se destacam na Victoria?s Secret, é agora embaixadora internacional da Fundação Para a Pesquisa do Diabetes. Não querem apitoJuca Ferreira, da Cultura, quer modernizar a vida dos índios: vai distribuir kits multimídia a 30 aldeias.No pacote, computador e câmaras de vídeo e digital.Quem vemO polêmico Alex Ross, crítico musical da New Yorker,aceitou: será uma das estrelas da Flip, em julho. O tema do moço, que acaba de lançar o livro O Resto É Ruído, ainda é mistério.MONTANHA RUSSAA crise financeira decidiu dar um passeio à Disney e lá deixou sua marca. Nos últimos meses, os parques Disneyworld e Disneyland demitiram, juntos, cerca de 450 funcionários.Um pouco em Orlando, outro tanto na Califórnia. Na frenteNo melhor estilo ?eu sou você amanhã?, Adriane Galisteu, que estreia na Band dia 17, decidiu celebrar seus 36 anos no mesmo lugar em que Hebe comemorou seus 80. Na Disney.Quarenta atores, uma orquestra de vinte músicos, 300 pares de sapatos, 250 perucas, 300 figurinos e 32 trocas de cenário. E A Bela e a Fera, produção da Disney, volta em abril com a força toda. No Teatro Abril.E a "garagem" do Faustão chega a 7,2 mil vídeos, em 15 dias. Tantos, que foi criada nova categoria: a dos Sem Noção.Nuno Ramos e o crítico Rodrigo Naves debatem a obra do artista plástico José Bezerra. Amanhã, na Galeria Estação. Apesar das boas estreias do fim de semana, o longa Quem Quer Ser um Milionário? ultrapassou a marca de mais de 1 milhão de espectadores, no Brasil. De Maysa para Maria. Larissa Maciel volta ao batente em Paixão de Cristo, dia 10. No Autódromo de Interlagos. Beto Lago leva o Mercado Mundo Mix para terreno que abrigava casarão da família Matarazzo, na Paulista. Dias 4 e 5.Com aqueles olhos, sem jamais conhecer Lula nem entender de crises, Paul Newman criou para si um epitáfio: "Aqui jaz Paul Newman, que morreu fracassado porque seus olhos se tornaram castanhos..."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.