Direto da fonte

Saudades do cofre cheioO cobertor do BID anda curto demais para tanto pedido de ajuda dos países do continente, e a direção não teve outra saída: convocou grupo de notáveis para estudar a recapitalização do banco e adequá-lo à nova realidade. Antonio Palocci é um dos convidados para a missão, ao lado de Michel Camdessus, ex-diretor-gerente do FMI, e do peruano Pedro Pablo Kucinsky.O Brasil é um exemplo típico dessa carência: já chega a US$ 8 bilhões o total de empréstimos pedidos. O BID só vai poder liberar US$ 3 bi. O aperto é o mesmo nos vizinhos.O difícil é fazer os países-membros concordarem com a proposta - afinal, o dinheiro sairá do orçamento de cada um.A reunião decisiva será no fim de março, em Medellín.O escolhidoO filme Bela Noite Para Voar, de Zelito Viana, vai abrir o Los Angeles Brazilian Film Festival, em março. O longa narra 24 horas na vida de Juscelino Kubitschek.Ninho partidoSolidário com o PSDB nacional, em Brasília, o de São Paulo também rachou. Os deputados Barros Munhoz e Celino Cardoso apresentaram à bancada a candidatura à presidência da Casa.Uma diferença a ser resolvida até o carnaval.Mangalô três vezesNenê Constantino foi convocado para depor, em Brasília, na ...sexta-feira, 13. Há dúvida se vai comparecer.qUaSe DiÁloGOConversa entre Lula e Obama, ontem:Lula: "Eu temo o protecionismo e ele está acontecendo. Quando o presidente Obama diz que vai financiar as obras com produtos da siderurgia americana, pratica um protecionismo que a OMC teoricamente não aceita."Obama: "Concordo que não podemos mandar uma mensagem de protecionismo. Precisamos trabalhar a linguagem que usaremos. Seria um erro mandar uma mensagem de que estamos pensando apenas em nós mesmos, sem nos preocuparmos com o comércio global."O brasileiro, na BBC. O americano, na Fox News.Contigo ou sem tigoRoger Agnelli, da Vale, deu, quarta-feira, uma boa notícia a Paulo Hartung. A mineradora decidiu seguir em frente com o projeto de uma usina siderúrgica no Estado capixaba, mesmo após a desistência da chinesa Boostell.Fará o estudo básico e depois procurará um sócio.RecessômetroQuem avisa inimigo não é. Paulo Bernardo, do Planejamento, acredita que a indústria está medindo errado a profundidade do corte na produção por causa da crise. E vai faltar produto."Tá cheio de navio lotado de produtos estrangeiros buscando um porto", avisa.Casas novasA Editora Martins Fontes - que desde 2005 dividia seu catálogo de títulos entre os irmãos Alexandre e Evandro Martins Fontes - cindiu. Bem como suas seis lojas. Adotaram os nomes WMF Martins Fontes e Martins.Mistério do arco-írisJuca Ferreira, do Ministério da Cultura, quer de volta os R$ 27.441,20 que deu para que a Associação Goiana de Gays, Lésbicas e Travestis realizasse em 2006, a Parada do Orgulho GLBT.Além de as contas do evento não terem sido aprovadas pelo MinC, a turma não apareceu para dar explicações.Onde está Wally?O Google anunciou programa que permite ao usuário localizar pessoas, pelo celular, a qualquer hora e em qualquer lugar, desde que... devidamente autorizados.Vai acabar criando problema não só em casa.Na frente Mais uma para o livro dos recordes. Nasceu na Califórnia um menino com 24 dedos perfeitamente formados - seis em cada mão e pé. O Kiaroa, em Maraú, Bahia, foi escolhido pela Condé Nast Johansens o melhor resort de praia do mundo. Fumantes passivos agradecem. A balada Neu, na Água Branca, levou a sério lei que proíbe fumar em área fechada. Quem transgredir é levado ao jardim...José Eduardo Agualusa vai apresentar o novo romance de Adriana Lisboa, Rakushisha, editado pela Quetzal. Segunda, na Casa Fernando Pessoa, em Lisboa. Mais um teatro abre suas portas na cidade, em abril. O do Shopping Bourbon, para 1.500 pessoas. Falta definir o espetáculo de estreia.A Oca vai receber, em março, artistas como os brasileiros Caio Reisewitz, Thiago Rocha Pitta e Laura Vinci, para apresentar trabalhos com o tema "loucura do tempo". Raquel Arnaud leva seus artistas para a Arco Madrid 2009. A feira abre os estandes para o público na quarta-feira.Só faltava esta. Pesquisa "científica" divulgada na revista especializada Personality and Individual Differences afirma: mulheres com queixos largos são vistas pelos homens como mais propensas a ser infieis.Direto da fonteColaboraçãoDoris Bicudo doris.bicudo@grupoestado.com.brGabriel Manzano Filho gabriel.manzanofilho@grupoestado.com.brPedro Venceslau pedro.venceslau@grupoestado.com.brProduçãoMarília Neustein e Elaine Friedenreich

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.