Direto da fonte

Arma contra o desempregoPaulo Skaf, da Fiesp, acrescenta novo ingrediente à ideia de reduzir a jornada de trabalho - com equivalente redução de salário - , que discutirá hoje com Paulinho, da Força Sindical. Os trabalhadores que fecharem acordo nos termos definidos pelo acerto entre empresa e sindicatos vão ganhar curso no Senai. "Na redução temporária das horas trabalhadas, em lugar de ficar no trabalho poderão fazer curso grátis. E quando a crise passar, quem aderir estará mais qualificado a ganhar melhor", disse Skaf à coluna. De quantas vagas dispõe o Senai? Segundo o presidente da Fiesp, podem ser abertas 100 mil, 200 mil, 400 mil. "Temos como criar cursos conforme a necessidade exigir", diz. Normalmente, eles custam de R$ 1 mil a R$ 2 mil.Big brother backA descoberta, pela polícia, de uma quadrilha que grampeava telefones de políticos para vender informações, nem de longe acabou com a novela. Uma das principais vítimas, o tucano José Aníbal, passou o dia ontem com seu telefone celular inteiramente mudo. E o presidente do PT, Ricardo Berzoini, radicalizou. Quem ligava ontem para seu celular ouvia um cauteloso alerta: "Por favor, não deixe recado. Ligue para a sede nacional do PT."ReviravoltaMudança detectada no Palácio do Planalto. Se José Sarney quiser a presidência do Senado, leva.Dúvida cruelBanqueiro brasileiro, de férias em Punta del Este, ligou sua TV na CNN Internacional. Surpresa: as notícias da guerra na Faixa de Gaza foram interrompidas por um comercial de 30 segundos do Banco do Brasil comemorando os 200 anos do banco - em português.Ficou se perguntando: com quais espectadores do canal, transmitido somente em inglês -- existe, sim, a CNN em espanhol, mas não era o caso -, estaria o BB tentando se comunicar?Ô de casa!Quem diz que Lula viaja muito não pode esquecer o outro lado da história: o presidente recebe muito, também. Ele "fechou" sua contabilidade de 2008 acolhendo 31 chefes de Estado, praticamente um a cada dez dias. A figurinha mais fácil dessa novela? O onipresente Hugo Chávez. Que desde 2003 apareceu no Planalto... 12 vezes.Avis raraNicolas Sarkozy, que deve visitar a Nova Caledônia este ano, tem um xodó na ilha: o projeto Goro Nickel, da Vale.Pelo menos a um interlocutor o presidente francês destacou que Goro é a prova de que é possível conciliar projeto industrial com proteção ambiental. Referia-se, ao recife de corais da região, tida como patrimônio mundial pela Unesco. Ao custo US$ 3,2 bilhões, o projeto deve entrar em operação no fim deste ano.De família para famíliaUma das propriedades rurais mais importantes do Estado de São Paulo, incluída no Patrimônio Histórico Nacional, muda de mãos mas fica na mesma família. A Fazenda Pinhal, remanescente do período áureo do café, localizada em São Carlos, é agora de Fernão Bracher - também descendente do conde do Pinhal, a exemplo da antiga proprietária, Helena Carvalhosa.A intenção, revelada por Bracher à coluna, é "a preservação desse patrimônio histórico e sua utilização cultural". O hotel que há alguns anos funciona na fazenda - criada em 1830 por Antônio Carlos Arruda Botelho, o conde do Pinhal -, será fechado, mas a visitação pública continua.Há quem torça para que Bracher transforme o local, que já abrigou pessoas ilustres, em museu.Casa novaO Nome da Rosa, de Umberto Eco, trocou de endereço. Saiu da Nova Fronteira e passa a ser publicado pela Editora Record, que planeja relançar o título ainda neste primeiro semestre. Agora a Record tem em mãos toda a obra do italiano.De Eike a Portela Já é parte da história a imagem de Luma de Oliveira com uma coleira no pescoço em homenagem ao então marido Eike Batista. A versão 2009, que marca a volta de Luma como Rainha de Bateria, é um colar de brilhantes, que traz também uma palavra inscrita. Qual seria? Portela...Na frenteJesus Pinto da Luz na passarela do Fashion Rio? Esta é a esperança da Agência 40°, para valorizar sua nova estrela. "Estamos conversando, mas não está fácil. Desde Madonna, a agenda dele é mistério. Jesus só pensa em viajar", conta funcionário da agência. O Museu do Futebol, menina dos olhos de José Serra, foi tema de reportagem do jornal francês Libération, que não poupou elogios ao governador. Em torno de 14 mil. Esse é o número de visitantes dos quatro primeiros dias da mostra Portinari: Séries Bíblica e Retirantes. Aberta dia 2, no Masp. Zeca Camargo vai atacar de professor. Vai dar curso na Casa do Saber sobre o que conhece muito bem: cultura pop. Celso Loducca será presidente do júri - em três categorias - do Festival Ibero-Americano de Publicidade. Marcado para maio, em Buenos Aires. Reinaldo Lourenço muda o conceito de seu desfile nesta edição da SPFW. Na lista de convidados, só compradores e imprensa especializada. Marcado para dia 21, na Faap. São Paulo é verde. A constatação vem de um grupo de cariocas, que elaborou o livro Árvore Cidade São Paulo. Casado há 32 anos, Sean Connery dá a receita de seu relacionamento estável com a francesa Micheline Roquebrune: ele não fala uma ÚNICA palavra na língua pátria da cara-metade.Direto da fonteColaboraçãoDoris Bicudo doris.bicudo@grupoestado.com.brGabriel Manzano Filho gabriel.manzanofilho@grupoestado.com.brPedro Venceslau pedro.venceslau@grupoestado.com.brProduçãoMarília Neustein e Elaine Friedenreich

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.