Direto da fonte

O nome do jogo é cortar Chega a US$ 8 bilhões o dinheiro pedido por Estados e municípios para obras de infra-estrutura e já aprovados na sua Comissão de Financiamentos Externos do Ministério do Planejamento. Mas não vai além dos US$ 3 bilhões a parte que o BID destinou ao Brasil. Ou seja: o ministério terá de... cortar.Prevendo uma briga de foice - "teremos de fazer uma escala de prioridades" -, Paulo Bernardo avisa: vai fazer um pente fino daqueles.E lembra que na reunião do BID, em abril, já havia previsto a falta de recursos. "Se essas instituições não conseguirem exercer um papel de destaque como financiadoras do desenvolvimento, depois da crise estarão irrecuperavelmente diminuídas em tamanho e importância"...A arte de cobrarSempre é tempo para aprender a lidar com devedores. Ao ouvir que o Paraguai só aceita pagar 3% das dívidas contratuais de Itaipu - como antecipou a coluna, em outubro - o governo brasileiro "acordou" e decidiu jogar sério... com o Equador. Foi a posição paraguaia - que será reafirmada em reunião amanhã, em Foz do Iguaçu - que induziu Brasília a não fazer concessões a Rafael Corrêa, admite uma fonte do Planalto. Para a qual o Brasil não pode criar "jurisprudência" no assunto.O dia do úfa, eu ficoWalter Feldman e o chefe, Gilberto Kassab, reuniram-se ontem com o pessoal da Secretaria do Esporte. Decisão da conversa: o tucano continua no posto.Sem retrovisorLula avisou: aceita ir segunda, à abertura da Conferência Nacional de Direitos Humanos. Mas não quer saber de conversa sobre revisão da Lei de Anistia.Amigos eternosQuem aterrissa em Belo Horizonte hoje é John Briscoe, diretor para o Brasil no Banco Mundial. Para reunião com todos os secretários, antes de deixar o cargo. Homenagem de Aécio Neves a quem o ajudou a obter US$ 976 mi para o Estado.Quatro paredes Um quarto com pé direito beeem alto. Essa foi uma das exigências de Madonna para o Copacabana Palace. É que a diva pratica todos os dias uma série de jumping com elásticos e cordas. Como dá pulos enormes, não quis correr o risco de bater com a cabeça no teto.Quatro paredes 2Pouco depois que Madonna deixar sua Penthouse no Copa, outro casal usará a mesma cama: Carla Bruni e Nicolas Sarkozy.Devem encontrar algo como "Mick Jagger esteve aqui".Sou mais euApesar de estar no centro de polêmica parecida à que já sofreu Duda Mendonça, João Santana não está nada abalado. Reformou sua casa, em Trancoso, para um réveillon gigantesco.A ser montado assim que voltar de campanha política em El Salvador.Mãos de tesouraO cineasta Eduardo Coutinho está vivendo a crise do corte. Nada a ver com economia, e sim com a edição de seu novo filme - o ensaio de uma peça de Tchecov. Missão que ele só não abandonou pelo caminho porque João Moreira Salles insistiu muito e não deixou.&*$%-C#T%O futuro embaixador Arnaldo Carrilho está em busca de "casa modesta, dois andares, Pyongyang, na Coréia do Norte". Missão quase impossível na internet.Quem souber de algo, de preferência no bairro das embaixadas, please: avise.Na frenteEm português, Maria Rita, Gal Costa e Seu Jorge vão interpretar cantores americanos judeus. Projeto do Centro da Cultura Judaica e da Biscoito Fino, para o ano que vem. Para marcar os 60 anos da Declaração dos Direitos Humanos, a ONU homenageia hoje Sergio Vieira de Mello. No programa, show da cantora brasileira Thamara Koorax. Marc Jacobs vai vender livros da Cosac Naify na França e nos Estados Unidos.Bradesco, Claro, Nestlé, TAM e TIM levaram o Prêmio Qualimarca. A premiação é hoje, na Fundação Getúlio Vargas. Trinta anos depois... Roman Polanski mostra-se arrependido e pede para voltar aos Estados Unidos. O cineasta foi acusado de abuso sexual de uma menina de 13 anos. Desde então, refugiou-se em Paris. DVD com os seis anos de A Grande Família será lançado ainda este mês. Para a galeria de números espantosos: nos últimos 30 anos o PIB per capita cresceu 896% na China, 174% na Índia, 88% nos EUA e 35% no Brasil.Direto da fonteColaboraçãoDoris Bicudo doris.bicudo@grupoestado.com.brGabriel Manzano Filho gabriel.manzanofilho@grupoestado.com.brPedro Venceslau pedro.venceslau@grupoestado.com.brProduçãoMarília Neustein e Elaine Friedenreich

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.