Direto da fonte

BC: bala extra no coleteA volta antecipada de Henrique Meirelles para o Brasil, sábado à noite, gerou rumores pelos corredores do FMI durante o encontro em Washington. Seria para baixar os juros?Ontem pela manhã, descobriu-se o porquê. O Banco Central decidiu implementar programa de liberação integral dos recolhimentos compulsórios, efetuada de acordo com as necessidades de liquidez dos mercados. Valor total? R$ 100 bilhões. Muito? Nada disto. O BC ganhou muito mais que isso em bala "extra", depois da alta do dólar, em suas posições cambiais.E o que aconteceu até a hora do almoço? O dólar começou a cair, sem que o BC tivesse que intervir diretamente. Palmas para a autoridade monetária brasileira.FênixAlívio no Morgan Stanley. Até ontem ao meio-dia, suas ações subiam 40% no pregão de Nova York. Normalmente, seria sinal firme de que não vai mais quebrar. Mas na atual conjuntura...O banco sou euApós as últimas decisões dos governos pelo mundo, não importa mais se você é cliente do banco A, B ou C. Com a estatização dos depósitos houve, na realidade, uma "estatização temporária" dos sistemas financeiros.Os garantidores das contas agora são as Nações.PremoniçãoUm dia antes da derrocada das bolsas no mundo, a Vale concluiu sua criticada captação de US$ 15 bilhões.Além de ganhar na valorização do dólar, a empresa deve ser hoje das mais capitalizadas do Brasil. Garoto de sorte, esse Roger Agnelli...ConservadoríssimaSábado, na hora do almoço, no Antiquarius do Rio, Camila Pitanga não deixou dúvidas. Está cuidando de suas finanças melhor que muito PhD em economia. Conseguiu não perder um só tostão nesta crise. Vida leva euO sincericídio de Gilberto Braga está se acentuando. Ao ser indagado, no fim de semana, por Claude Troigros - vencedor, só este ano, de cinco prêmios de excelência -, sobre o porquê de sua desaparição do Olympe, não se acanhou: "É que não gosto mais da sua comida...".Ao portadorPrincipal evento de Gilberto Kassab esta semana: entregar a José Serra um "checão" de R$ 200 milhões, de um metro de comprimento, referente à contribuição da Prefeitura para as obras do Metrô. A ser assinado com um... pincel!Ontem os advogados da campanha analisavam se haveria impedimento em razão da lei eleitoral. Mas o entendimento geral era que o ato não é uma inauguração, portanto estaria fora da lupa da Justiça.Nada pessoalNa petição enviada à Justiça contra a campanha de Marta Suplicy, o jurídico de Kassab não contestou a frase polêmica sobre a vida pessoal do prefeito.Preferiram questionar a passagem em que os comerciais perguntam se Kassab "enriqueceu na política".Voto de protestoO partido de Soninha "kassabou", mas ela deve mesmo anular o voto. "Não quero pregar isso, mas estou quase decidida a votar 23, ou seja, nulo." Motivo? A vereadora classificou como "ato terrorista de campanha" o spot do PT questionando se Gilberto Kassab é casado e tem filhos. Por outro lado, ela também diz que não gostou nada, nada de seu nome ser usado na campanha de Kassab.Ausência notadaO pessoal do PT nacional resolveu passar longe do debate de ontem da Band. Após quebra-pau com assessores de Marta, Ricardo Berzoini e José Eduardo Cardozo não apareceram. Minto. Cardozo até apareceu depois do debate, mas para gravar participação em outro programa.Ouvidos de MercadanteEmpresários brasileiros que assistiram a seminário do Lide, em Lisboa, se surpreenderam com o senador Aloizio Mercadante.Na sua palestra, reconheceu que o saneamento bancário promovido no governo FHC, o Proer, blindou o Brasil.Museu CaymmiJuca Ferreira e Marcio Meirelles, secretário da Cultura da Bahia, estão articulando a criação do Museu Caymmi, em Salvador. Com apoio decisivo de Dori Caymmi. Além de violões, fotografias, livros, o acervo inclui quadros pintados pelo mestre. Na FrenteAlguns computadores tiveram seu relógio automaticamente alterado em uma hora no fim de semana. Não, não se tratou de bug dos oito anos do milênio. Apenas o Windows está ajustado por padrões dos anos 80 e tem registrado data errada como início do horário de verão no Brasil.A NovaS/B, de Bob Vieira da Costa e Silvana Tinelli, desembarca em Brasília no fim do ano. Para o comando da nova unidade, vai o recém-contratado Beto Genistretti.Sob forte segurança, Alejandro Ramirez - eleito Young Global Leader pelo World Economic Forum - encerrou domingo o Festival Internacional de Cinema de Cine de Morelia.A arrecadação vai para as vítimas do atentado do dia 15 de setembro na cidade mexicana. Beth Gavioli já começa os preparativos para a festa de 10 anos da sua pousada Estrela D?Água, em Trancoso. Marcada para 28 de dezembro, início da alta temporada.O carioca Walton Hoffmann integra, a partir de agora, o elenco da Galeria Virgílio. E já está na exposição coletiva que começa hoje.O PV de Gabeira pede que seus partidários usem verde na véspera da eleição, dia 26. Mas já tem gaiato dando outra sugestão: todos de toalha vermelha tomara que caia...

O Estadao de S.Paulo

14 de outubro de 2008 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.