Direto da fonte

A reforma das reformasSe é só sonho ou não, só o tempo vai dizer. Mas que a postura do presidente Lula em relação à reforma política mudou anteontem - durante reunião do Conselho Político do governo -, lá isso mudou. Foi convencido pelos ministros José Múcio e Paulo Bernardo de que, se o Executivo não liderar uma proposta firme sobre o assunto, nada vai acontecer. Lula topou, com uma ressalva: "Ela tem que ter um caráter amplo. Se for só do Executivo, também não vai andar".Segundo uma fonte que participou do encontro, Lula encarregou Múcio e Tarso Genro, da Justiça, de apresentarem uma proposta até o fim do ano. Com a anuência do Legislativo.Para esta briga, Lula estaria disposto a chamar até FHC, entre outros ex-presidentes da República.A Coca-Cola Brasil exibe seu lado ecológico. Montou seu camarote no Festival de Parintins apenas com produtos reciclados.Menas, gente, menasComenta-se pelos redutos bem-informados do Planalto que foi a assessoria de Lula que remarcou o convite da BM&F Bovespa para a última segunda-feira, quando o presidente foi homenageado pelo investment grade.O intuito foi o de reduzir a força dos holofotes sobre Dilma Rousseff, que estava em São Paulo. E não foi.A Trip negocia parceria com a SkyWest, companhia que atua no segmento regional nos Estados Unidos e que tem forte aliança com a gigante United Airlines.Penas nos isUm vídeo que circula pela internet e pela TV aberta está deixando Noel Villas Boas indignado. O filme apresenta seu pai, o lendário indigenista Orlando Villas Boas, como contrário às terras contínuas da reserva Raposa Serra do Sol. "É um absurdo, puseram frases fora do contexto", diz Noel. "Meu pai apoiava a lei como está hoje. E que é igual à que ele mesmo ajudou a fazer."Juliana Paes perdeu o desfile de Tufi Duek, mas foi à festa do estilista no Baretto. Já Olga Safra esteve na apresentação de terça-feira. Montada no Prédio da Bienal, em São Paulo. Descanso merecidoO secretário-geral Luiz Dulci - aquele que todo mundo sabe o que faz no Planalto - viaja por oito dias para Trento, na Itália. Participa de congresso de sindicalistas... Italianos.Falta brasa, mora?Escolado em política e gaúcho dos quatro costados, o ex-ministro Marcus Pratini de Moraes, hoje no Friboi, fez um diagnóstico preciso sobre o motivo da crise política no Rio Grande do Sul: "Falta churrasco." É que gaúcho que é gaúcho só faz as pazes em torno de uma... grelha. Arraial do aço As siderúrgicas brasileiras aproveitam. Acabam de anunciar, sem motivo, o terceiro reajuste do ano. Em 2008, o aço já subiu 50%. A justificativa, que não quer colar, é o repasse de custos de matérias-primas. Mas elas significam somente 15% do preço final. Portanto, se alguém reclamar, já tem na manga um culpado: o preço do minério.Vai ter trocoCandidato a vereador do PSDB foi encontrar um secretário tucano-kassabista no Iguatemi e acabou sendo arrastado até a casa de Gilberto Kassab, que mora atrás do shopping. Lá, foi "quase" convencido a assinar o documento a favor da coligação com o DEM. "A situação é de guerra", declara um tucano das antigas.ProvidencialO grupo da Secretaria dos Direitos Humanos, que investiga a morte dos três jovens no Rio, aterissa amanhã no Morro da Providência.O ministro Paulo Vannuchi se coloca à disposição das famílias das vítimas.Ponta do péKátia Rabello renovou o contrato do Banco Rural com os consultores Gustavo Loyola, Paolo Zaghen, Nelson Carvalho e Caetano Vasconcellos, turma que tem ajudado a colocar a casa em ordem nos anos pós-escândalo do mensalão.Tem dado certo. A ex-bailarina, que viu o patrimônio do banco cair pela metade, já contabiliza lucro. Sobretudo depois que a tesoura - que passou por lá sem dó - baixou as despesas de R$ 480 milhões para R$ 140 milhões.Isso é o que se pode chamar de ajuste fiscal.Na frenteSempre low-profile, Renata Melão, diretora do museu A Casa, acaba de lançar o 1º Prêmio Objeto Brasileiro. Com inscrições até o dia 31 e pretensões de ser bienal, o prêmio quer mais do que destacar os melhores produtos da união entre produção artesanal e design contemporâneo.Débora Bloch é presença garantida, hoje, no desfile da Blue Man. Bom motivo: seu namorado, Bernardo Pinheiro é o responsável pela cenografia da passarela. Durmam com essa. O brasileiro Fernando Pinto, presidente da TAP, declarou ontem aos jornais portugueses que se o petróleo continuar subindo, a empresa pode cancelar vôos.A celebridade mais cobiçada do SPFW não dará as caras. Convidada por todas as marcas para assistir aos desfiles na primeira fila, Mariana Ximenes não aceitou nenhum convite. Não quer criar arestas. Não, Nizan Guanaes não está em Cannes. Tirou duas semana de férias para uma viagem pelo sul da Itália. Incluído na extensa agenda de Naruhito, príncipe herdeiro do Japão, um salamaleque com autoridades brasileiras de ascendência japonesa como Juniti Saito, da Aeronáutica, e Massami Uyeda, do STJ. Os próximos passos de Didi Wagner na TV devem se direcionar para um programa sobre Nova York, onde mora há dois anos. O programa seria uma espécie de guia off-NY. A apresentadora passa as próximas semanas no Brasil discutindo o formato com o Multishow. Arte para cegos? Pois é. A artista plástica Silvia Valentini lança em julho, boletim mensal em... braile. Serão dois mil exemplares, patrocinados pela Petrobrás.Conhecido paulista está pasmo. Descobriu funerária na Bahia chamada Decorativa e serviço de taxi-aéreo de nome... Bata. Impressão DigitalLilian PaccePara comemorar seu novo site, a jornalista de moda foi anfitriã de concorrida festa anteontem, no SPFW. O lugar não poderia ser mais apropriado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.