Direto da fonte

Não-Vale-tudo Muita especulação e pouca realidade. É assim que uma alta fonte que acompanha o passo a passo das negociações de compra da Xstrata, pela Vale, define as múltiplas informações sobre o que pode ser o maior negócio já feito por uma empresa brasileira. Fala-se que a Xstrata quer US$ 45,00 por ação. "Ela quer é 45 pounds e não há hipótese de se chegar sequer perto deste preço", esclarece a fonte. Mas o que está emperrando? "A Glencore, que tem 35% das ações da Xstrata, está exigindo coisas inaceitáveis, uma preferência que não vai conseguir." No frigir dos ovos, o raciocínio pelo lado da Vale é simples: a compra só vai acontecer se for bom para a ex-estatal. "Para que a Vale vai arrumar confusão se já tem hoje, em curso, nada menos que US$ 60 bilhões de projetos de investimentos engatilhados?" Boa, a pergunta. Corpo fora Se depender da Controladoria Geral da União, a ex-ministra Matilde Ribeiro pode se safar de punição pelos R$ 461,16 gastos em um free shop. É que, segundo a CGU, a ex-ministra declarou que se tratava de despesa privada e devolveu o dinheiro. Assim, o assunto se esgota, na seara administrativa. O Ministério Público que se encarregue depois de saber se houve improbidade. Depois de se encantar com o Cirque de Soleil, na noite de quarta-feira, a platéia VIP parou, à saída, para admirar o eclipse lunar. Em meio às exclamações de "linda, linda, linda", Hector Babenco não agüentou: "O melhor disto é que não tem patrocinador...." Balança quebrada O governador do Amazonas, Eduardo Braga, escolheu uma hora estranha para brigar com o colega José Serra. Saiu atirando, anteontem em Brasília, no governo paulista por estar reduzindo o imposto sobre bens de informática. "A única coisa que isso traz é desmatamento e desemprego na Amazônia", apelou. Tudo bem se não fosse seu pedido, minutos antes, ao ministro Guido Mantega. Defendeu que a Zona Franca de Manaus não perca, na "nova" reforma tributária, as vantagens que tem, por lei, até 2023. Tutu à mineira Aécio Neves "começa" o ano com um empréstimo do Banco Mundial em moldes inéditos: sem contrapartida financeira. São R$ 2 bilhões voltados para saúde e educação, acordados entre o governador e a vice-presidente do Bird, Pamela Cox, esta semana em Minas. Segundoo governador, o martelo será batido dia 22 de abril, em Washington. "Espero que, nessa reunião, tenhamos a aprovação final do board do banco". Em troca, em lugar de dinheiro, o Bird estabeleceu 25 metas que Minas Gerais deve atingir até 2010. Coisas como melhorar os padrões nos hospitais públicos e aumentar o porcentual de crianças que saibam ler. Brazilian spoken O empresário brasileiro, Alfredo Pedro comprou por US$ 9,3 milhões um prédio de seis andares, em Manhattan, na rua 55 com a rua 152. Quer transformá-lo em hotel- boutique. Para melhor localizar, trata-se do mesmo edifício onde Madonna chegou a instalar, em 2004, o seu Centro Kaballah. E no qual também tinha seus escritórios, antes dela, o célebre Dr. Atkins, o das dietas. Penúria braba Ao montar a Operação Hora Certa, uma blitz radical, que nunca havia sido feita nos aeroportos do País, a Anac acabou descobrindo. A agência não tinha nem mesmo os coletes específicos que lhe permitiriam andar pelas pistas. Frase de José Serra ao observar seu irrequieto neto Antônio, de 5 anos: "Eu já era adolescente neste idade." Alguém tem dúvida? Tipo exportação Os brasileiros deram mesmo o que falar no Festival de Cinema de Berlim. Além de José Padilha e seu Topa de Elite, o diretor Esmir Filho - de Saliva e do fenômeno Tapa na Pantera - voltou para casa com propostas quase certas na bagagem. O projeto? A co-produção Brasil-Alemanha de seu primeiro longa. Fora de sintonia Radialista da BBC de Londres tem atiçado a ala feminina mais radical, digamos assim. Em tom sisudo, ao anunciar as músicas em seu programa diário, diz que os homens interpretam a melodia de um modo mais intelectual, enquanto as mulheres são apenas emoção. Só falta as moças começarem a queimar o sutiã na porta da rádio. Central mundial Discretamente, esteve no Brasil Jacob Harpaz, CEO da multinacional israelense Iscar, escalado por Warrent Buffet, dono da empresa. Ela pertence ao grupo Berkshire Hathaway Inc. Veio para o lançamento global de 590 produtos e anunciar construção de fábrica. O Brasil foi escolhido para o kick-off por representar o quinto mercado em vendas para a Iscar. Impressão digital Pratini de Moraes O ex-ministro está até agora sem entender porque a bancada ruralista se voltou contra ele, culpando-o pela exigibilidade do rastreamento de animais. "Não fui eu que inventei isto. Os europeus exigem a rastreabilidade de todos que exportam carne para lá", pontua. E avisa: se o Brasil não quiser voltar atrás e deixar de lado o sistema, nada vai acontecer. "Só não vamos mais vender para Europa". Simples, não? Na frente Quer um bom motivo para Carla Bruni vir relaxar no Brasil? Márcia De Luca - casada com o pai da primeira-dama francesa - monta por aqui, em agosto, o primeiro Congresso Internacional de Yoga e Ayurveda. Cesário Ramalho da Silva, que desde o fim de 2006 respondia como presidente interino da Sociedade Rural Brasileira, assume segunda-feira, como presidente eleito. Pela primeira vez, o Campeonato Brasileiro de Baristas será realizado no Mercado Municipal. Curiosidade: desde o início do concurso, as mulheres sempre se sagraram campeãs. Sapatilha que Mikhail Barishnikov deu a uma colecionadora brasileira faz parte da mostra A Moda aos Seus Pés, que começa hoje no Shopping Tamboré. A Condere acaba de finalizar o desenho do plano estratégico da Fundação Padre Anchieta, mantenedora da Rádio e TV Cultura. Ana Maria Bahiana há "séculos" cobre o nem sempre glamouroso dia-a-dia de Hollywood. A partir do dia 14, dará curso na Casa do Saber. O Pentágono informa: 35 blindados Cascavel, da Engesa, foram recuperados por uma empresa americana... e reincorporados às novas forças armadas iraquianas. Ironicamente, as empresas brasileiras, que poderiam fazer o serviço, não têm representante em Bagdá. Justificativa, ontem, dos operadores de mercado para a queda das ações da Petrobrás: com o sumiço dos disquetes, ninguém sabe onde estão os poços de gás. A palestra do prefeito Gilberto Kassab no Monte Líbano será hoje, sexta-feira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.