Curta Santos divulga os seus premiados

O 6º Curta Santos premiou no sábado produções audiovisuais em quatro categorias: Olhar Brasilis 16 mm e 35 mm; Olhar Brasilis Digital; e Olhar Caiçara. Esconde-Esconde, de 16 mm, foi o melhor curta. O filme também conquistou prêmios de direção, para Álvaro Furloni, para os protagonistas, Adriano Colassanti e Susana Krueger. Trópico de Cabras, de Fernando Coimbra, foi o melhor curta 35 mm e Daniel Ribeiro, o melhor diretor com Café com Leite. Na categoria Olhar Caiçara, o melhor curta foi Meu Guri, de Cristiane Amaral, Mônica Basile e Welligton Alexandre. Todos os vencedores levaram o troféu Maurice Légeard.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.