''Cultura hoje tem apoio suprapartidário, vai dar certo''

O ator Sérgio Mamberti foi recebido com grande entusiasmo pelos artistas, sobretudo por gente do teatro e cinema, em sua posse na Funarte na semana passada. Ele falou ao Estado.Dizem que, toda vez que há crise na Funarte, buscam um ator para superá-la. Quais são suas expectativas?Estamos muito animados, os artistas demonstram muita confiança na gente. Conquistamos, nestes anos, um espaço bem maior de diálogo, inclusive com o Congresso. Espero muito apoio e muito trabalho.Quais serão as prioridades neste primeiro momento?Duas questões são superemergenciais: é preciso estabelecer uma sinergia boa com o corpo funcional e pontes de contato com a comunidade cultural.O sr. tem a perspectiva de um aumento orçamentário. Mas, e se não passarem as emendas?Há esse risco de não passar. Mas nós estamos indo ao senador Delcídio Amaral, vamos ao deputado Bruno Araújo. A cultura hoje está apoiada suprapartidariamente, de forma solidária. Todos entendem que o conceito de desenvolvimento tem de estar permeado pelo desenvolvimento cultural. Vai dar tudo certo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.