Crise obriga Semana de NY a cortar custos

A Semana de Moda de Nova York, edição outono-inverno 2009-2010, começa amanhã em clima de austeridade e mudança. O número de grifes que participam do evento diminuiu ligeiramente desde a última edição - de 80 para 70, ainda que as grandes estrelas estejam presentes, como Ralph Lauren e Calvin Klein. Alguns criadores farão desfiles coletivos, outros diminuirão o número de peças apresentadas. Marc Jacobs, que costuma distribuir 2 mil convites, terá "apenas" 700 pessoas em seu desfile, o que gerou uma busca ainda mais frenética por um lugar - o que mostra que o mundo está em crise, mas a moda não morreu.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.