Tiago Queiroz / Estadão
Tiago Queiroz / Estadão

Coronavírus: Masp e CCBB anunciam medidas preventivas

Os cuidados incluem a suspensão de palestras, oficinas e cursos, além do controle do número de visitantes

Júlia Corrêa, O Estado de S.Paulo

14 de março de 2020 | 12h39

Com o avanço do covid-19 no Brasil, sobretudo em São Paulo, o Masp decidiu manter suas portas abertas, mas anunciou, neste sábado, 14, uma série de restrições em suas atividades. 

De acordo com o comunicado divulgado ao público, as atividades de mediação e formação, como palestras, oficinas e cursos, estão temporariamente suspensas. Para evitar aglomerações, o museu também decidiu reduzir o número de visitantes admitidos em galerias e elevadores.

Do mesmo modo, as exposições de Hélio Oiticica e Trisha Brown, previstas para serem inauguradas no dia 20 de março, não contarão com a tradicional vernissage. O museu diz estar monitorando a situação e não descarta que outras decisões possam ser tomadas. Ressalta ainda que está "redobrando os cuidados com limpeza e higiene em todas as dependências".

Já o CCBB, que atualmente recebe a grande exposição Egito Antigo: do cotidiano à eternidade, com obras vindas do Museu Egípcio de Turim, decidiu suspender todas as suas atividades. O local tem recebido milhares de visitantes desde a abertura da mostra, que teve início em fevereiro.

Os ingressos são gratuitos, mas a entrada depende de disputada reserva pela internet. Por isso, o centro cultural anunciou ao público que, assim que retomar o funcionamento, "fará o possível" para remarcar as resevas. O mesmo vale para as sessões de cinema e as visitas educativas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.