ACERVO ESTADÃO
ACERVO ESTADÃO

Conheça o trabalho do fotógrafo Sebastião Salgado em dez imagens

Sesc Avenida Paulista abre exposição com fotografias do brasileiro

Redação, O Estado de S.Paulo

17 de julho de 2019 | 09h00

O fotógrafo brasileiro Sebastião Salgado ganha nova exposição no Sesc Avenida Paulista, a partir desta quarta, 17. A mostra Gold – Mina de Ouro Serra Pelada resgata imagens feitas em 1980 no garimpo de Serra Pelada, no sul do Pará. À época, a região foi palco da intensa corrida pelo ouro e reuniu milhares de homens para o díficil trabalho do garimpo.

Salgado é conhecido por retratar diversos povos, ambientes e paisagens pelo mundo. Confira alguns de seus trabalhos:

Gênesis

Projeto realizado entre 2004 e 2012 foi fruto de mais de 30 viagens na busca por retratar a natureza em seu estado mais virgem. O livro com mais de 500 páginas está organizado em Extremo Sul do Planeta, Extremo Norte do Planeta, África, Amazônia/Pantanal e Santuários do Planeta.

 

Êxodos

Nesta obra, Salgado registrou o drama de milhares de imigrantes de mais de 40 países. Durante seis anos, ele acompanhou a vida de refugiados que tiveram de abandonar sua pátria.

 

África

O continente africano sempre esteve no radar do fotógrafo. Salgado capturou a vida de famílias e suas tribos, a natureza e os animais africanos.

 

Kuwait

Entre 1990 e 1991, Salgado esteve na região do Kuwait, região que teve centenas de poços de petróleo sabotados pelo exército iraquiano ao fim da ocupação. 

 

Perfume de um sonho

A cultural do café é o foco deste trabalho de Sebastião Salgado. Na obra ele resgata a trajetória do café desde o plantio até chegar na casa dos consumidores. O livro traz fotografia de 10 diferentes países.

 

Serra Pelada

O mais recente trabalho em exposição do fotógrafo está no Sesc Avenida Paulista e retrata a corrida pelo ouro na região conhecida como Serra Pela, no sul do Pará. A exposição vai até novembro.

 

Tudo o que sabemos sobre:
Sebastião Salgado

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.