Competição na mata

Depois de praticar na cidade, experimente as opções de trekking com empresas que organizam provas regulares ao ar livre, bem próximos de São Paulo. Só não esqueça da bússola

, O Estadao de S.Paulo

26 de fevereiro de 2009 | 00h00

Enduro a péÉ ideal para quem está começando. As provas são disputadas em grupos de no mínimo três pessoas. O objetivo não é chegar na frente, mas passar pelos postos de controle dentro do tempo estipulado em cada etapa. Para isso, cada equipe recebe uma planilha que mostra caminho, distâncias, postos e pontos de referência que estão no trajeto - como lagoas, pontes e cercas. As provas têm cerca de 10km, duram em média 4h e exigem disciplina em vez de velocidade. Você pode levar a família inteira para formar sua equipe.Corrida de orientaçãoA corrida de orientação serve para quem vê no enduro a pé, por exemplo, uma prova de fazer bocejar. O nome parece morno, é verdade, mas a prova é quente: além de bom senso de direção, é preciso ser rápido. Não há um caminho predefinido, como no enduro a pé. Cada participante recebe um mapa com os postos de controle e traça sua própria rota para o percurso, que é, em média, de 10km. Ajuste o GPS e corra.Corrida de aventuraEsta modalidade é a versão para superatletas que fazem esportes na natureza. Além de trekking, a prova envolve rapel, canoagem e ciclismo. Por isso, mais do que ótimo preparo físico, os competidores precisam de bons equipamentos e de uma equipe de apoio que ajude no deslocamento. Depois, é só pegar o mapa, traçar a rota até os postos de controle e se preparar para uma jornada que vai de 30km a 600km.Família que corre unida...De quilômetro em quilômetro, já foram 1.340 rodados. Quando Valdovino Guatura participou do primeiro enduro a pé com amigos, em 2001, não imaginaria que este fosse ser o programa que uniria sua família. Com os filhos Paula, 18, e Marcos, 20, formou a equipe Oniguiris - nome daquele bolinho de arroz, grudadinho, da culinária japonesa. O trekking em família fez tanto sucesso que os Guatura não se contentam mais só com as trilhas paulistas. A turma já percorreu os caminhos da Fé (SP e MG), com 427km, da Luz (MG), com 195km, e do Sol (SP), 240km. Tudo anotado no caderninho e registrado por fotos nos álbuns de família.Calendário de provasENDURO A PÉ14/3 - Curso grátis de orientação (Ibirapuera) Campeonato Paulista22/3 - 3ª etapa 26/4 - 4ª etapa 23/5 - 5ª etapa (noturna)21/6 - 6ª etapa 19/7 - 7ª etapa 23/8 - 8ª etapa www.enduroape.com.brCORRIDA DE ORIENTAÇÃOCampeonato Paulista14 e 15/3 - 1ª etapa (Taubaté)5/4 - 2ª etapa (Campinas)31/5 - 3ª etapa (Guarulhos)16/8 - 4ª etapa (Itirapina)13/9 - 5ª etapa (Itu)18/10 - 6ª etapa (Bauru)www.fosp.com.brCORRIDA DE AVENTURA28/3 - Circuito Adventure Camp (São Luís do Paraitinga)4 e 5/4 - Expedição Chauás (Botucatu)11 e 12/7 - Exp. Chauás (Parque Estadual do Jacupiranga)4 a 7/9 - Exp. Chauás (Serra do Mar)12 e 13/12 - Exp. Chauás (Bertioga)www.adventurecamp.com.brwww.chauas.com.brAntes de sair por aíCompre um bom tênis com ?garras?, que adere melhor ao chão;Não saia sozinho. Reúna ao menos três pessoas: caso alguém se machuque no caminho, um faz companhia enquanto o outro busca ajuda;Não carregue ?o mundo? na mochila. O essencial é protetor solar, repelente, água, comida e uma capa de chuva;É prudente levar meias de reserva;Se houver a possibilidade de escurecer durante o trajeto, inclua a lanterna;Tenha pelo menos um kit básico de primeiros socorros, com álcool ou iodo, ataduras, gaze, esparadrapo, tesoura, analgésico, anti-inflamatório e anti-histamínico (para alergia a insetos).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.