Cinema Mostra Aids tenta manter o assunto em debate

Evento mistura documentários e ficções em formatos variados para lembrar que o sexo seguro é a solução

Luiz Carlos Merten, O Estadao de S.Paulo

29 de agosto de 2009 | 00h00

Um dos filmes mais interessaresLuiz Carlos Merten do 2º Festival de Cinema Chileno, no Reserva Cultural, é La Buena Vida, de Andrés Wood, que abriu na quinta-feira o evento, para convidados, e hoje terá nova sessão para o público. A Boa Vida desenrola-se em boa parte em torno aos integrantes de um grupo de prevenção contra aids. Pode-se fazer uma ponte com outra programação em curso, desde ontem, na cidade. Cinema Mostra Aids é uma realização do Grupo pela Vida/SP.Com uma seleção de 29 filmes, entre documentários e ficções, nos formatos curta e longa, a mostra visa chamar a atenção para um tema que não está mais na ordem do dia, na mídia, mas continua letal, fazendo vítimas em surdina. O coquetel que prolonga a vida dos infectados criou a ilusão de que o problema da aids está resolvido. Informação e sexo seguro seguem sendo fundamentais.Entre as atrações de hoje e amanhã estão - Princesas, de Fernando Aronoa, mesmo diretor de Segundas-Feiras ao Sol; Três Irmãos de Sangue, de Ângela Reiniger, sobre Henfil, Betinho e Chico Mário; Cristal, de Todd Ahlberg sobre os riscos da utilização de anfetaminas para estimular o sexo; e Stephen Fry e a Aids, de Ross Wilsobn, em que o ator reflete sobre a perda de amigos e a persistência da doença. ServiçoCine Olido. Av. São João, 473. Sáb. e dom., 15h e 17h. R$ 1. Espaço Unibanco 4. R. Augusta, 1.475, 3287-5590. 18h, 20h e 22h. R$ 5. Até 3/9

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.