Cinefilia

O Centro Cultural São Paulo dá prosseguimento ao ciclo em homenagem ao cineasta Guilherme de Almeida Prado, dono de obra pequena porém significativa. Hoje mesmo podem ser conferidos alguns títulos fundamentais para se compreender o universo de Guilherme. Nos três longas-metragens - A Hora Mágica, Onde Andará Dulce Veiga? e Flor do Desejo - nota-se um diretor extremamente preocupado com a forma cinematográfica. Em filmes cheios de referências ao mundo do cinema, Guilherme dialoga com os filmes noir, com os jogos de espelhos, com a questão recorrente em sua obra do limite estreito entre a realidade e a imaginação. Vale a pena ver também seu curta Glaura, um dos últimos trabalhos do grande José Lewgoy.ServiçoMostra Guilherme de Almeida Prado. Hoje, 16h, A Hora Mágica; 18h, Onde Andará Dulce Veiga?; 20h30, Flor do Desejo. CCSP. Rua Vergueiro, 1.000, 3397-4002. 5.ª a dom., a partir das 16h. Grátis. Até 24/5

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.