Chaplin expõe método criativo do autor

Robert Downey Jr. veste a pele do imortal criador de Carlitos em Chaplin, de Richard Attenborough, hoje às 19h25 no Telecine Cult. Como todo filme do diretor de Gandhi, este aqui é solene, hagiográfico e de um academicismo morno que o torna arrastado. Mas o ator é bom - Downey Jr. só teve um inimigo, e foi ele mesmo, no período em que se consumiu nas drogas - e o filme, no limite, vale pelo que revela do método do grande ator e diretor. Chaplin foi um dos ?inventores? da linguagem cinematográfica. Ele fazia filmes que pareciam simples. Veja para descobrir como foi difícil criar a cena em que a ceguinha de Luzes da Cidade ouve a batida da porta daquele carro e pensa que o vagabundo - Carlitos - é um milionário.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.