Centenário de João Pacífico é lembrado com musical

No dia 5 de agosto celebrou-se o centenário de nascimento do poeta João Pacífico na sua cidade natal, Cordeirópolis, interior de São Paulo, e também na cidade de Guararema, onde morreu esse autor dos versos de canções como Cabocla Teresa e Chico Mulato (em parceria com Raul Torres) e Belezas do Sertão. A data não passou em branco, pelo contrário, em grande parte graças ao grupo de teatro Pingo d? Água, dirigido por Roberto Vignati, autor do espetáculo João Pacífico, o Poeta do Sertão.Trata-se de um musical com 30 integrantes no elenco, entre atores e músicos, e 26 canções de João Pacífico, que inaugurou o belíssimo Teatro Municipal de Cordeirópolis, construído dentro de uma antiga instalação da rede ferroviária. O espaço cultural de tijolos aparentes pode ser visto por quem passa na Rodovia Bandeirantes e, só na primeira temporada, recebeu um público de quase 8 mil pessoas.Pois João Pacífico, o Poeta do Sertão poderá ser visto hoje em apresentação única, integrando a Mostra de Teatro de São Paulo, no Teatro Bibi Ferreira, em São Paulo. A história desse musical começou quando Vignati foi convidado por Vilma Peramezza para ministrar uma oficina teatral em Cordeirópolis. Lá entrou em contato com centenas de jovens interessados na atividade teatral e pediu, e o mais raro, conseguiu, o apoio do poder público local para a criação do grupo, hoje com quatro anos de existência, e ainda a construção do teatro local.João Pacífico é vivido por dois atores, Célio Nascimento e Jessé Henrique. Depois de ter ganho 25 prêmios em festivais do interior do Estado, esse musical ganhou uma versão pocket, quase um show teatralizado, intitulado Essa Preciosa Gotinha de Saudade, com apenas nove integrantes, entre músicos e atores. "Foi para facilitar a circulação", diz Vignati. João Pacífico, o Poeta do Sertão exige um teatro bem equipado, com bom palco e muitos refletores. Já a versão reduzida, que tem ainda mais música, pode ser apresentado até ao ar livre." ServiçoJoão Pacífico, Poeta do Sertão. 125 min. 12 anos. Teatro Bibi Ferreira (300 lug.). Av. Brig. Luís Antônio, 931, 3105-3129. Hoje, 21 h. R$ 30

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.