AP
AP

Casa de leilão Christie's comemora 250 anos com grande venda de arte britânica

obras que englobam vários séculos de arte britânica serão postas à venda

Alex Fraser e Marie-Louise Gumuchian, Reuters

28 de abril de 2016 | 15h37

De Joshua Reynolds a Lucian Freud, obras que englobam vários séculos de arte britânica serão postas à venda como parte de um leilão de comemoração dos 250 anos de fundação da casa de leilões Christie's.

Os destaques são três grandes obras lideradas por Ib and her Husband, um retrato íntimo da filha grávida de Lucian Freud e de seu companheiro deitados em uma cama que foi pintado em 1992. A pintura está estimada em cerca de 18 milhões de libras.

A seu lado estará Portrait of Lucy Long, Mrs George Hardinge, obra de 1778 de Reynolds que jamais havia sido posta à venda publicamente e que foi descrita como "uma das obras mais requintadas do artista a aparecer no mercado em uma geração".

O quadro, que estaria em um estado de preservação "extraordinário", foi estimado entre 2 e 3 milhões de libras. A terceira grande obra é Golden Hours, pintada aproximadamente em 1864 por Frederic Leighton, que vai a leilão pela primeira vez em 100 anos com o preço estimado em 3 a 5 milhões de libras esterlinas.

::: Cultura Estadão nas redes sociais :::
:: Facebook ::

:: Twitter ::

"Todas as pinturas são exemplares em seu tipo", disse Orlando Rock, presidente do conselho da Christie's britânica, à Reuters. "Acho que, do ponto de vista da qualidade, todas elas... representam o auge do período em que foram criadas".

As obras farão uma turnê pelas unidades da Christie's de Nova York e Hong Kong no mês que vem, antes do leilão Defining British Art de junho, que acontecerá ao mesmo tempo que uma exibição de obras de arte britânicas sob os cuidados da Christie's.

 

 

Tudo o que sabemos sobre:
Lucian Freud

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.