Cansamos todos

No dia seguinte à tragédia de Congonhas, um poderoso empresário baiano do mundo das artes ligou para dois empresários paulistas seus amigos, que ligaram a um publicitário. Deste núcleo inicial surgiu a idéia do Movimento Cívico pelos Direitos dos Brasileiros, apolítico e suprapartidário, imediatamente encampado pela OAB-SP.Na segunda, uma campanha estava pronta, com o tema Cansei. No vídeo, brasileiros de todos os tipos levantam cartazes onde se lêem frases que dizem Cansei, de todos os desmandos, omissões, leniências, incompetências, ganâncias, corrupções, impunidades nacionais.Numa reunião, esta semana, o movimento recebeu a chancela de cerca de 20 importantes entidades empresariais, como Fiesp, Lide, e o apoio de toda a imprensa nacional, televisões, rádios, jornais e revistas, que começa a veiculá-la amanhã. A OAB-SP faz hoje uma coletiva para explicá-la melhor.A campanha chama para uma manifestação nacional, no dia 17 de agosto, aniversário de um mês do acidente da TAM, pedindo que todos os brasileiros façam um minuto de silêncio, onde estiverem, com a mão no coração, exatamente às 13 horas. A idéia é parar o País por um instante de introspecção e oração. Para os que puderem ir, haverá uma concentração no local do desastre.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.