Cancioneiro de Vinicius ganha edição de luxo

Os dois volumes, um biográfico com texto de Sérgio Augusto e outro de obras musicais selecionadas por Paulo Jobim, serão lançados hoje na Livraria Cultura

O Estadao de S.Paulo

07 de setembro de 2002 | 00h00

Recheada de fotos históricas, texto de Sérgio Augusto e reproduções de manuscritos, será lançada hoje, em noite de autógrafos na Livraria Cultura, uma nova e concisa biografia do poeta, compositor, diplomata e jornalista Vinicius de Moraes (1913-1980), que dá ênfase ao aspecto musical de sua carreira. O volume só será vendido em conjunto com um songbook contendo 57 músicas selecionadas pelo músico, produtor e arranjador Paulo Jobim, filho de Tom, um dos parceiros mais significativos de Vinicius.''''A grande novidade é esse livro conter a biografia profissional de Vinicius e as partituras também. Isso tudo está por aí, como material de pesquisa, mas é uma compilação de uma obra'''', diz Ana Lontra Jobim, coordenadora-geral do luxuoso projeto Cancioneiro Vinicius de Moraes - Biografia e Obras Escolhidas (Editora Jobim Music). A seleção do material foi feita pelos Jobins e pela família de Vinicius com a filha do poeta, Susana Moraes, acompanhando tudo mais de perto e tomando decisões.O songbook contempla as principais parcerias de Vinicius com Tom Jobim, Baden Powell, Toquinho, Carlos Lyra, Chico Buarque (que escreveu o texto da contracapa da biografia) e Edu Lobo, entre outros. O repertório também inclui Por Onde Andará o Amor, parceria inédita de Vinicius e Tom (que este tinha planejado incluir em seu derradeiro álbum, Antonio Brasileiro) e várias canções em que ele fez letra e melodia. ''''Além de incrível poeta, Vinicius era também compositor e tinha muita musicalidade'''', lembra Paulo Jobim.Na biografia, Sérgio Augusto lembra que ''''o que Vinicius fez entre 1965 e 1970 a maior parte da humanidade não faz ao longo de uma vida''''. Ele fez cinema, teatro e jornalismo, organizou e participou de festivais de música, deu shows por toda parte, juntou-se a novos parceiros (como Chico Buarque), conquistou novos mercados na Europa e na América do Sul, publicou sua obra poética completa. Além do mais, ''''separou-se da quinta mulher, casou-se com a sexta e, antes de a década terminar, já tinha, como Barba Azul, uma sétima esposa''''.Acompanhando fotos históricas ao lado de gente como Pixinguinha, Elizeth Cardoso, Nara Leão, Ciro Monteiro, Carlos Drummond de Andrade, Manuel Bandeira e todos os parceiros já citados, há frases antológicas do poeta. Numa delas, Vinicius se define como um homem muito complicado em busca da simplificação. ''''Mas as complicações não são tanto minhas, mas impostas pelo meio e a sociedade em que vivo. Em mim, o sonho é uma realidade incoercível. Sonhar, sobretudo, com a poesia ainda não atingida.''''Serviço Cancioneiro Vinicius de Moraes - Biografia e Obras Selecionadas. De Sérgio Augusto, coordenação musical de Paulo Jobim. Editora Jobim Music. 176 págs., R$ 215. Livraria Cultura. Av.Paulista, 2.073, tel. 3170-4033. Hoje, às 19h30

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.