Calígula sem censura, depois de 30 anos

Os britânicos vão poder assistir, pela primeira vez, a versão sem cortes de Calígula, o polêmico filme de Bob Guccione, quase 30 anos depois de as autoridades do Reino Unido censurarem as cenas de sexo mais explícitas. O Conselho Britânico de Classificação de Filmes publicou em seu site a nova avaliação do filme, desta vez sem veto nenhum, em que o descreve como um "filme para adultos". O filme original, rodado em 1979, tem roteiro de Gore Vidal e conta com a participação de estrelas como Malcolm McDowell e Helen Mirren. O filme teve vida curta nos EUA e não havia até agora recebido autorização para exibição nos cinemas britânicos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.