Bosco Brasil e a tragédia de dois homens patéticos

Ele é autor de Cem Gramas de Dentes, que tem direção de Georgette Fadel

Beth Néspoli, O Estadao de S.Paulo

11 Março 2009 | 00h00

Georgette Fadel é também diretora de Cem Gramas de Dentes, espetáculo em cartaz no galpão do Sesc Pompeia. Trata-se de texto inédito de Bosco Brasil, escrito para a Cia. Azul Celeste, de São José do Rio Preto, formada pelos atores Jorge Vermelho, Marcelo Matos, Ronaldo Celeguini e Reni Trombi. "Ganhamos edital do Sesi voltado para peças profissionais do interior", diz Vermelho. Se há sempre alguma imprecisão nessa fronteira com o amadorismo, critérios como grau de formação e experiência definem esse grupo como profissional. E mais. Estão em cena apenas Vermelho e Matos. Se há algo que costuma caracterizar grupo amadores é grande quantidade de atores no palco que não abrem mão de seu momento de brilho individual. Comprometimento é sinal de profissionalismo: em Cem Gramas de Dentes, Celeguini e Reni operam som e luz. A trama envolve dois homens. Um líder comunitário (Matos) é chamado como negociador por outro (Vermelho) que matou um policial e está encurralado num galpão. "É um texto com muitas camadas, desde a mais infantil até a religiosa; e tem tensão de trama policial, uma pulsação muito forte", observa Georgette. "Mas embora tenha o som que vem de fora, os gritos dos policiais, lá dentro, entre os dois, trabalhamos muito os silêncios." Jorge Vermelho (que além de ator é também diretor do Festival Internacional de Teatro de São José do Rio Preto) conta que o grupo procurou o autor e diretora. "O Bosco nos entregou esse texto que, de saída, já cria desconcerto por mostrar duas figuras patéticas numa situação trágica. Na verdade, o que há entre eles é um acerto de contas, surpreendente, porque coloca em questão valores e papéis sociais", diz Vermelho. "O texto discute a origem do poder e o valor que tem a vida." Muito bem urdido, o texto surpreende o espectador pela forma como inverte, num recurso dramático, papéis como líder do bem e do mal. Serviço Cem Gramas de Dentes. Sesc Pompeia, Galpão. (80 lug.). 60 min. 18 anos. Rua Clélia, 93, telefone 3871-7700. Sab., às 21h30; dom., às 18h30. R$ 16

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.