Bispo ganha homenagem ao completar 80 anos

Os 80 anos de dom Pedro Casaldáliga foram pretexto para a organização do livro que, além de dados biográficos, apresenta a visão de mundo deste bispo catalão que vive no Brasil desde 1968. Foi Paulo VI quem o nomeou bispo de São Félix do Araguaia (Mato Grosso), em agosto de 1971. Artífice da Teologia da Libertação e defensor dos direitos humanos, Casaldáliga enfrentou a malária, a tuberculose, a vilência no campo e o isolamento determinado por setores da Igreja para cumprir sua tarefa missionária. Os capítulos são assinados por diferentes personalidades, entre elas, Adolfo Pérez Esquivel, Nobel da Paz de 1980, Federico Mayor, ex-diretor da Unesco, e o teólogo Leonardo Boff.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.