Batman volta, com emoções ampliadas

Filme de Christopher Nolan é a nova atração da sala Imax

Gilberto Amendola, O Estadao de S.Paulo

06 de fevereiro de 2009 | 00h00

Se você ainda não viu um dos filmes mais badalados do ano passado, Batman - O Cavaleiro das Trevas, esta será uma boa oportunidade para se redimir - o longa reestreia hoje no Espaço Unibanco de Cinema Pompeia, no Bourbon Shopping. Agora, mesmo que você já tenha prestigiado a performance de Heath Ledger, na pele do Coringa, nos idos de 2008, repetir a experiência na única sala Imax do País pode ser um grande barato. Assista ao trailer de Batman Exagero? Imagine as boas cenas de luta, perseguição e explosões amplificadas em uma tela côncava de 14 m por 21 m (o que deve dar uns seis ou sete andares de um prédio convencional), apoiadas em um sistema de som com 12 mil watts de potência (mais do que o dobro das salas convencionais)?A sensação é a de ser engolido pelo filme. Os mais sensíveis podem até sofrer com um tiquinho de vertigem. Quem já está escolado em tecnologia Imax (gente que já se aventurou em salas fora do País ou assistiu ao filme que inaugurou a sala brasileira, o Fundo Do Mar 3D) sugere que o espectador escolha uma poltrona do meio da sala para trás. Além de evitar tonturas e enjoos, a distância faz com que a visibilidade da tela seja maior e muito melhor.Como o Batman, dirigido por Christopher Nolan, não foi filmado com tecnologia 3D, ninguém vai precisar usar aqueles óculos ridículos. Ainda assim, o longa do Homem Morcego possui algumas cenas captadas com câmeras Imax. O que significa uma melhor definição de imagens e tridimensionalidade. Em Imax, as oito indicações para o Oscar ficam mais do que justificadas - e não só a de melhor ator coadjuvante para Leadger.A tecnologia Imax ainda não é tão comum, mesmo em grandes produções hollywoodianas. Isso porque as câmeras pesam aproximadamente 100 quilos - o que dificulta de forma radical sua mobilidade em um set de filmagem. A película usada nas câmeras Imax são de 70 mm (as tradicionais usam películas de 35 mm). Na prática, isso tem significado custos triplicados.Outro detalhe técnico, e bastante curioso, é o fato de que o cilindro de filmes de uma câmera Imax precisa ser recarregado a cada 3 minutos de gravação. O problema é que essa recarga dura, em média, 20 minutos. Mais um complicador para quem filma sabendo que "tempo é dinheiro".A Imax foi fundada em 1967 e possui matriz em Nova York e Toronto, no Canadá. Atualmente, são mais de 300 salas Imax, em 40 países. Aproximadamente, 60% delas se encontram nos Estados Unidos. Apenas 40% das salas estão localizadas em shoppings ou centros comerciais. O restante fica dentro de museus e centros científicos. A primeira sala da América do Sul foi aberta em Buenos Aires, na Argentina.No Brasil, a sala do Espaço Unibanco de Cinema Pompeia, no Bourbon Shopping, é a primeira a utilizar essa tecnologia. A previsão é que a próxima Imax será inaugurada, até julho, em Curitiba.Segundo a assessoria da Imax, depois de Batman, estão previstos filmes como Watchmen, Transformes, Star Trek e o próximo Harry Potter - que trará cenas em 3D (aí, você vai precisar aqueles óculos ridículos). ServiçoBatman - O Cavaleiro das Trevas (The Dark Knight, EUA/2008, 152 min.) - Ação. Dir. Christopher Nolan. 12 anos. Bourbon Pompeia Espaço Unibanco Imax - 18 h, 21 h (sáb. também 0 h)

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.