Bastidores do massacre que fascina os EUA

Em 15 de junho de 1876, o ar está cheio de fumaça e dos zumbidos provocados por centenas de tiros efetuados por espingardas. Por mais de um século, a Batalha de Little Bighorn, considerada a última do Oeste dos EUA, fascina os americanos, embora sejam poucos aqueles que conhecem os bastidores do sangrento confronto. James Donovan reorganiza os múltiplos fios que constroem o painel sobre o massacre de várias tribos indígenas, que não aceitaram a decisão de serem colocadas em reservas. O autor reconstitui os fatos que antecederam o massacre, como os desentendimentos entre índios e representantes oficiais, passando pela campanha idealizada para dobrar os rebeldes.

, O Estadao de S.Paulo

13 de dezembro de 2008 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.