Ballet Bolshoi perde bailarina veterana

A primeira bailarina Olga Lepeshinskaya, que integrou durante três décadas a companhia do Teatro Bolshoi na era soviética, morreu no sábado, aos 92 anos. Olga morreu de uma doença não especificada dentro de seu apartamento em Moscou, enquanto dormia. De uma família nobre, a bailarina nasceu em Kiev em 1916. Quando tentou entrar na Escola Coreográfica do Bolshoi pela primeira vez, foi reprovada. A escola admitiu-a pouco depois, em 1925, e Olga se graduou em 1933, quando ingressou imediatamente ao Ballet Bolshoi. Rumores constatavam que ela era a bailarina favorita do ditador soviético Josef Stalin.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.