Até 2012, China prevê inaugurar a sua Broadway

Na ressaca pós-Olimpíada, Pequim busca novas fórmulas para seguir como capital internacional. Uma das adotadas é converter-se em um centro mundial de espetáculo, competindo com Nova York e Londres. A família Nederlander, proprietária de vários teatros da Broadway, vai construir, com apoio da empresa chinesa Shibo Investment Holding, uma rua semelhante à mítica avenida da Big Apple, ainda sem nome, que contará com 32 salas teatrais e ocupará 600 mil m². "Esperamos que se transforme em outro foco para o turismo até 2012, quando prevemos o fim da construção", disse Li Yanping, supervisor do projeto por parte da empresa chinesa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.