Denise Andrade/Estadão
Denise Andrade/Estadão

Associação de Críticos de Arte anuncia vencedores do seu prêmio anual

Prêmio ABCA contempla dez categorias de destaques do cenário das artes visuais no Brasil em 2017

O Estado de S.Paulo

18 Abril 2018 | 17h15

A Associação Brasileira de Críticos de Arte anunciou nesta quarta-feira, 18, a lista de vencedores do Prêmio ABCA, que homenageia artistas visuais, curadores, críticos, autores e instituições culturais que promoveram as artes e a cultura brasileira no ano anterior. 

Para a premiação deste ano, que horna personalidades que se destacaram em 2017, foram escolhidos vencedores em 10 categorias. Entre os destaques, o prêmio de melhor exposição foi para Amélia Toledo – Lembrei que esqueci, apresentada no Centro Cultural Banco do Brasil. Já o troféu pela curadoria foi para Regina Teixeira de Barros, responsável pela exposição Anita Malfatti: 100 anos de arte moderna, no Museu de Arte Moderna de São Paulo. 

Os vencedores são escolhidos por meio de uma votação de cerca de 150 associados da ABCA em todo o Brasil. A entrega dos troféus, criados pela artista Maria Bonomi, será no dia 22 de maio, às 20h, no Teatro do SESC Vila Mariana. 

++ SP-Arte chega ao fim com preferência por obras mais em conta

Além de laurear os vencedores, a Associação vai também fazer, no evento, homenagens a Renina Katz, Teresinha Soares e Zoravia Bettiol.

Confira, a seguir, a lista completa de vencedores do Prêmio ABCA: 

Prêmio Gonzaga Duque, de crítico filiado pela atuação durante o ano

Luiz Camillo Osório

Prêmio Sérgio Milliet, de autor por pesquisa publicada

Fernando Cocchiarale, André Severo e Marilia Panitz – Artes Visuais, Coleção Ensaios Brasileiros Contemporâneos. São Paulo: Edição Funarte, 2017

Prêmio Mário Pedrosa, de artista de linguagem contemporânea

Rosana Paulino

Prêmio Ciccillo Matarazzo, de personalidade atuante na área

João Moreira Salles

Prêmio Mário de Andrade, de trajetória de crítico filiado ou não

Icleia Cattani

Prêmio Clarival do Prado Valladares, de artista pela trajetória

Anna Maria Maiolino

Prêmio Maria Eugênia Franco, de curador pela exposição

Regina Teixeira de Barros, pela curadoria da exposição Anita Malfatti: 100 anos de arte moderna, MAM, São Paulo, 2017

Prêmio Rodrigo Mello Franco de Andrade, de instituição pela programação

Bienal Internacional de Curitiba

Prêmio Paulo Mendes de Almeida, de melhor exposição

Amélia Toledo – Lembrei que esqueci, apresentada no Centro Cultural Banco do Brasil, São Paulo, 2017

Prêmio Antônio Bento, de difusão das artes visuais na mídia

Revista Dasartes

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.