As várias facetas do Grupo Lume numa só mostra

Público pode conferir vertentes de pesquisa com a arte do palhaço e da mimese em programação grátis

Beth Néspoli, O Estadao de S.Paulo

15 de outubro de 2008 | 00h00

Quem já tentou fazer um dos concorridos cursos do Grupo Lume, em Campinas, sabe quanto esse centro de criação e formação se tornou referência de excelência na pesquisa teatral. Atores do Brasil inteiro buscam aperfeiçoamento com os integrantes desse Núcleo Interdisciplinar de Pesquisas Teatrais fundado em 1985 na Unicamp. Desde então, foram criados 23 espetáculos e o bairro de Barão Geraldo, onde esse "laboratório" cênico está instalado, transformou-se em pólo teatral, aglutinando sedes de muitas outras companhias.Quem ainda não conhece esse grupo tem uma ótima chance a partir de amanhã quando começa na Caixa Cultural, na Praça da Sé, o projeto Lume de Bolso, que reúne em curto período dois espetáculos, exposição de fotos, palestra e demonstração de trabalho. O melhor: tudo de graça. Vale correr para rever, por exemplo, Café com Queijo, espetáculo que é impressionante demonstração da técnica da mimese - método de observação do outro, nesse caso a recriação afetiva e generosa, nos mínimos gestos de personagens observados pelos atores numa viagem de 40 dias pelos povoados ribeirinhos da região Amazônica. O público sente cheiros, por exemplo do café do título, e acomoda-se entre os artistas, que agem como se os recebessem em casa, nessa criação realizada em processo colaborativo pelos atores Ana Cristina Colla, Jesser Sebastião de Souza, Raquel Scotti Hirson e Renato Ferracini. Nessa ?conversa? de vizinhos os assuntos são variados, desde doenças cotidianas e suas curas, passando por casos tristes ou cômicos envolvendo relações amorosas e conquistas diversas. A arte do palhaço é outra faceta do grupo, explorada no solo do ator Ricardo Puccetti, La Scarpetta - Spettacolo Artistico, que abre o projeto Lume. Em cena, o palhaço Teotônio faz um anárquico show de acrobacias, sob direção de Nani Colombaioni, prestigiado clown italiano que foi colaborador de Federico Fellini. Imagens de outros espetáculos do repertório do grupo podem ser vistas na exposição de Adalberto Lima. Para saber mais sobre o Lume, vale acompanhar a palestra do ator Renato Ferracini.Compartilhando A Arte Do GrupoLA SCARPETTA Amanhã a sábado, 12h30Domingo, 16 hCAFÉ COM QUEIJODe 23 a 26, 19 hExtras dias 24 e 26, 16 hDEMONSTRAÇÃO TÉCNICA O Clown e Seus ElementosSábado, 16 hVagas: 100Inscrições: retirar senhas com até uma hora de antecedênciaPALESTRA Corpo Cotidiano e Corpo Subjétil: Corpo ÚnicoDia 25, 16 hVagas: 100Inscrições: retirar senhas com até uma hora de antecedênciaMOSTRA FOTOGRÁFICA Singularidades Plurais, Adalberto LimaDe hoje (16) a 26Visitação de terça a domingo, das 9 h às 21 h

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.