As relações entre o fim da escravidão e a ideia de raça

Professora de História da Universidade Federal da Bahia, Wlamyra R. de Albuquerque constrói um quadro matizado sobre as relações entre questão racial e o fim da escravidão no Brasil. Tem como material fatos que, à primeira vista, parecem desconexos, ocorridos na Bahia nas três últimas décadas do século 19. Ela percebe, por exemplo, as articulações existentes entre uma mulata liberta que não aceita os galanteios de um homem branco e que reage a pedradas e um delegado de polícia aflito por ter de devolver uma escrava "quase branca" ao antigo proprietário. Wlamyra mostra como práticas baseadas na ideia de raça surgiram nas decisões políticas e nos planos para o futuro da nação.

, O Estadao de S.Paulo

18 de abril de 2009 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.